domingo, 26 junho 2022

Dinamite

Jun. 21, 2022 Hits:45 Opinião

UM NOVO DEUS (Crónica)

Jun. 21, 2022 Hits:89 Crónicas

A cidade desperta

Jun. 15, 2022 Hits:175 Crónicas

Quantos dias tem a semana

Jun. 05, 2022 Hits:368 Crónicas

Aventuras (Crónica)

Jun. 02, 2022 Hits:164 Crónicas

A Outra Cena da Filosofia

maio 30, 2022 Hits:170 Crónicas

Na terra dos gnomos

maio 30, 2022 Hits:517 Crónicas

O Futuro é a Europa

maio 26, 2022 Hits:429 Opinião

Do Dia da Europa aos desa…

maio 25, 2022 Hits:101 Opinião

Mobilidade





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Escrever sobre mobilidade implica necessariamente escrever sobre o Metrobus-Mondego.

E, implica recuar na linha do tempo e referir que o Decreto – Lei n.º 70/94, de 3 de março, consagrou um desígnio dos Municípios de Coimbra, Miranda do Corvo e Lousã, que se traduziu na concretização de um moderno serviço público de transporte coletivo de passageiros, com o objetivo de melhorar a mobilidade urbana e interurbana entre estes Municípios. Mais tarde, o Estado Central associou-se a este desígnio e foi constituída a empresa Metro Mondego S.A.

Desde então até ao presente muitas vicissitudes aconteceram, mas o sonho das populações e de quem, em cada momento, as representa permaneceu vivo.

E, foi a conjugação do sonho de muitos ao longo do tempo, com o trabalho afincado e determinado dos governantes locais e nacionais que tornou possível, no dia 13 de janeiro de 2021, a Comissão Europeia aprovar, no âmbito do programa operacional «Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos» em Portugal, a contribuição financeira para o grande projeto Sistema de Mobilidade do Mondego - Sistema MetroBus.

Hoje, a concretização do Metrobus é uma realidade incontornável que irá proporcionar às populações uma oferta de serviço público de transporte, moderno, flexível, confortável, fiável, ambientalmente sustentável, bem como contribuir para a coesão territorial e para a regeneração urbana.

O Metrobus que está a nascer será um transporte rodoviário efetuado em canal dedicado que oferece um elevado nível de serviço, com duas linhas, a saber: a linha da Lousã e a linha do Hospital (com o seu términus no Hospital Pediátrico), numa extensão de 42 Km. Será operado por 35 autocarros elétricos, a baterias, de elevado desempenho ambiental e com um nível de conforto análogo ao que de melhor existe nos modos ferroviários (ar condicionado, acesso de nível à plataforma, adaptado para passageiros com mobilidade reduzida, abrigos especificamente concebidos para o sistema, disponibilidade de meios de venda de títulos em todas estações, entre outros). A frequência prevista, em hora de ponta, é de um veículo a cada 5 minutos na linha urbana e um veículo de quinze em quinze minutos entre a Lousã e Coimbra e a cada 10 minutos entre Miranda do Corvo e Coimbra.

O Metrobus irá permitir a integração com outros modos de transporte público, a criação de um tarifário intermodal e a integração do sistema de bilhética a nível regional.

O Metrobus é um projeto transformador da mobilidade das pessoas que vivem, trabalham ou visitam Coimbra, Miranda do Corvo, Lousã e a Região.

O Metrobus será a nossa mobilidade!

Luso.eu - Jornal das comunidades
Paula Maria Rodrigues Mariano Pêgo
Author: Paula Maria Rodrigues Mariano PêgoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 749 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?