Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades Portuguesas - Como deixei de ser adepto de um clube e passei ser simpatizante de outro clube, rival do primeiro
sexta-feira, 01 março 2024

CANDIDATOS DO PS NA FEIRA…

Fev. 29, 2024 Hits:174 Opinião

Não cedamos à facilidad…

Fev. 29, 2024 Hits:311 Opinião

Quero ser uma árvore

Fev. 24, 2024 Hits:659 Crónicas

Morre Navalny mas não a …

Fev. 24, 2024 Hits:202 Opinião

COMPETÊNCIA CÍVICA

Fev. 15, 2024 Hits:377 Crónicas

UNIVERSITAS

Fev. 14, 2024 Hits:291 Crónicas

CIDADÃO DECISOR

Fev. 10, 2024 Hits:255 Crónicas

Desconsideração políti…

Fev. 09, 2024 Hits:638 Opinião

Haja diferenças!

Fev. 07, 2024 Hits:321 Opinião

O Homem: um ser limitado

Fev. 06, 2024 Hits:299 Crónicas

O BANCO NOVO

Fev. 06, 2024 Hits:432 Crónicas

Entre a Esperança e a In…

Fev. 04, 2024 Hits:246 Opinião

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Fev. 04, 2024 Hits:365 Crónicas

Como deixei de ser adepto de um clube e passei ser simpatizante de outro clube, rival do primeiro





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor!


      Andava eu entretido com os encantos naturais da Foz do Arelho quando o Benfica se sagrou, pela trigésima oitava vez, campeão nacional de futebol. Gostei do teor da notícia, fiquei contente.

      Na infância e na adolescência, fui adepto ferrenho do Futebol Clube do Porto (FCP), vibrei com os seus sucessos, por ele nutri paixão. Depois, esta deslassou. Via coisas que não me agradavam, mormente na forma como o FCP triunfava, e causavam‑me repulsa personagens que o clube trouxe para o mundo do futebol. Lembro, por exemplo, o guarda Abel. Não me identificava com certa forma de estar no mundo e no desporto, o FCP não sabia ganhar nem sabia perder.

      Sei que é estranho, mas tornei‑me simpatizante do Benfica. Por mor do tribalismo e da cultura do ódio, de estilos e procedimentos que o FCP segue, das atitudes recorrentes de Jorge Nuno Pinto da Costa e de criaturas como Fernando Madureira, dava por mim, sempre que o FCP defrontava equipas nacionais, a querer que ele perdesse. Talvez isso me menorize, mas ainda hoje é assim. E apreciei especialmente ver campeão o Benfica de Rui Costa e de Roger Schmidt, duas pessoas educadas e que não pressionam os árbitros.

      André Villas‑Boas aspira à presidência do FCP. Tanto bastou para que a sua casa fosse alvo de um ataque e para que um funcionário dele fosse agredido. Outrossim, é repugnante o que sucedeu em recente Assembleia Geral do clube.

      Faço votos de que Pinto da Costa deixe, e depressa, de ser presidente do FCP. Quando isso acontecer, sol mais radioso brilhará no futebol, no desporto, na sociedade e nessa grande instituição que é o FCP.

      Desde a infância, sou igualmente fã do clube da minha terra, o Gil Vicente. A esse amor, sempre permaneci fiel.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Paulo Pego
Author: Paulo PegoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos



Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades
Partilhe o nosso conteúdo!

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

A nossa newsletter

Jornal das Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 527  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

Top News Embaixada

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia

Foto: Jurate Vaiciukaite
 
 
0
Partilhas
0
Partilhas