terça-feira, 16 agosto 2022

(ENGIE)nharia jurídica

Ago. 13, 2022 Hits:66 Opinião

O REI DOS CATALISADORES (…

Ago. 09, 2022 Hits:106 Opinião

A IGREJA QUE NÃO ACREDIT…

Ago. 08, 2022 Hits:414 Opinião

Consequências do Dever

Ago. 08, 2022 Hits:103 Crónicas

A Sombra e as Árvores

Ago. 07, 2022 Hits:294 Crónicas

Pai rico, Pai pobre

Ago. 04, 2022 Hits:234 Crónicas

DA LEITURA

Ago. 02, 2022 Hits:102 Crónicas

Enquanto o pau vai e vem

Jul. 31, 2022 Hits:108 Crónicas

É PROIBIDO NASCER EM AGO…

Jul. 29, 2022 Hits:696 Opinião

Greenpeace afixa cartaz na sede da Comissão Europeia contra fogos na Amazónia





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


(Lusa) – Uma fachada da sede da Comissão Europeia, em Bruxelas,  na passada sexta-feira (11-09-2020)  foi 'decorada' pela Greenpeace com uma tarja gigante com a frase “Incêndios na Amazónia, Europa culpada” sobre uma imagem de fogos florestais, num alerta para a desflorestação da região.

Com esta ação, que decorreu de madrugada no Berlaymont, nome do edifício, a organização não governamental ambiental Greenpeace quer chamar a atenção para a desflorestação da Amazónia, nomeadamente no Brasil, e pressionar a União Europeia para que atue em defesa da região.

“Os fogos na Amazónia estão longe, mas a Europa lança achas na fogueira: Com a compra de soja e de outros produtos provenientes de zonas desflorestadas, a Europa é cúmplice da destruição em curso” quer na região quer noutros ecossistemas, segundo um comunicado da Greenpeace.

A ONG ambiental considera também que “os europeus devem poder fazer as suas compras confiantes de que nenhum artigo no seu supermercado terá contribuído para os fogos florestais ou violações dos direitos humanos”.

Segundo a Greenpeace, com as importações de carne de vaca, soja, óleo de palma, café e cacau, a UE é “responsável por mais de 10% da desflorestação no mundo”.

Um militante da Greenpeace presente junto ao Berlaymont disse à AFP que apesar dos compromissos assumidos por empresas de não contribuir para a desflorestação através das suas cadeias de abastecimento, o controlo sobre a origem dos produtos importados é insuficiente.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1515 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?