terça-feira, 31 janeiro 2023

Insuspeito assassino

Jan. 27, 2023 Hits:170 Crónicas

Isto não é um país É …

Jan. 20, 2023 Hits:419 Opinião

A Importância da Educaç…

Jan. 19, 2023 Hits:1015 Crónicas

Epistocracia - O óptimo …

Jan. 15, 2023 Hits:996 Opinião

No Palácio do Raio

Jan. 15, 2023 Hits:410 Apontamentos

Távora- Varosa

Jan. 13, 2023 Hits:150 Crónicas

MAESTRO

Jan. 13, 2023 Hits:185 Crónicas

Braga de traço recente

Jan. 11, 2023 Hits:911 Apontamentos

Reforma Lei Eleitoral - M…

Jan. 11, 2023 Hits:170 Opinião

Racionalidade Politicamen…

Jan. 09, 2023 Hits:198 Opinião

A caminho de Salir

Jan. 08, 2023 Hits:1013 Crónicas

A Sombra e as Árvores





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Nem uma só das sombras de que usufruo, fornecidas pelas árvores à beira das quais me sento nestes dias de calor intenso e calmaria, me é dada por alguma que tenha sido plantada por mim.

As que em tempos plantei e me beneficiaram com a sua frescura, já todas morreram, por doença, acidente, ou por conveniência alheia, ou pertencem já a outros, por via de heranças ou outras coisas quaisquer.

Hoje em dia continuo a plantar árvores, umas aqui, outras ali, quase todas fruteiras e na quase certeza de vir a ter tempo de colher os seus apetitosos frutos, no bocado de terreno que possuo, mesmo sabendo que nunca beneficiarei das suas sombras, hoje ainda insignificantes. 

Já não vai haver tempo que chegue, mas a esperança é a última a ir-se para outras paragens.

Com sorte, os meus filhos, os meus netos e os filhos e netos deles terão essa benesse, como eu a tenho, neste banco de pedra banhado pela sombra, onde me sento.

Este castanheiro, por certo plantado pelo meu avô, ou quem sabe pelo meu pai, é a maior das árvores que aqui tenho, a que mais frescura nos dá e que me faz, amiúde, rodeado pela calma e pelo silêncio deste lugar abençoado, pensar na vida, nos dias, no que fiz ou deixei de fazer e no que ainda tenho para realizar, e que é tanto.  

José Fernando Magalhães

- Por decisão do autor, este artigo encontra-se escrito em Português, e não ao abrigo do «novo acordo ortográfico».

Luso.eu - Jornal das comunidades
José Fernando Magalhães
Author: José Fernando MagalhãesEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 785  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

News Fotografia