Faça login na sua conta

Usuário *
Senha *
Lembre de mim

Crie a sua conta aqui!

Os campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Verifique a senha *
Email *
Verificar e-mail *
Captcha *
Reload Captcha
segunda-feira, 06 dezembro 2021

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário

Sondagem

Os vacinados devem ter prioridade no acesso aos cuidados de saúde em relação aos não vacinados?
  • Votes: (0%)
  • Votes: (0%)
  • Votes: (0%)
Total Votes:
First Vote:
Last Vote:

Moçambique/Ataques: Grupo armado ataca Mocímboa da Praia e iça bandeira em quartel - Polícia



O luso.eu Jornal das comunidades é gratuito mas quero ajudar!

(Lusa) - A Polícia moçambicana disse hoje que um grupo armado atacou um quartel das forças de defesa e segurança da vila de Mocímboa da Praia, Norte do país, e içou a sua bandeira, confirmando relatos da população já feitos à Lusa.

"Os malfeitores atacaram a sede de Mocímboa da Praia, incluindo um quartel das forças de defesa e segurança, e içaram a sua bandeira", disse o porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM), numa conferência de imprensa em Maputo.

Segundo Orlando Modumane, os ataques começaram por volta das 04:00 locais (menos duas horas de Lisboa) e os grupos criaram barricadas nas principais entradas da vila.

Os relatos ouvidos pela Lusa indicaram que a população está fechada dentro das suas casas e que se ouvem disparos de armas de fogo e gritos de confrontação em vários locais da vila, a par da circulação de, pelo menos, um veículo blindado.

"As forças de defesa estão a desdobrar-se em vários grupos e em vários pontos para identificar os principais pontos que os malfeitores usaram para entrar na vila. Neste momento, as forças de defesa e segurança estão sob fogo cruzado com os malfeitores", acrescentou Orlando Modumane.

A província de Cabo Delgado tem sido alvo de ataques de grupos armados, que organizações internacionais classificaram como uma ameaça terrorista e que em dois anos e meio já fez, pelo menos, 350 mortos, além de 156.400 afetados, devido à perda de bens ou obrigados a abandonar casa e terras em busca de locais seguros.

Estes ataques têm acontecido sobretudo no meio rural, mas Mocímboa da Praia é um dos principais centros urbanos da região, sede de distrito, servido pela única estrada asfaltada que cruza a província e com um aeródromo apto a receber voos internacionais.

Trata-se da vila onde em outubro de 2017 começou a ameaça armada que tem atormentado Cabo Delgado.

Mocímboa da Praia fica a 90 quilómetros a sul de Palma, distrito onde estão a ser construídos megaprojetos internacionais de exploração de gás natural.

Estatísticas mundiais do coronavírus


Adicionar o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

TEMOS NO SITE

Temos 191 visitantes e 0 membros em linha

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS