Colocámos cookies no seu computador para melhorar a sua experiência no website. Ao utilizar o site, está a concordar com o seu uso. Ler mais

Lusoproductions  has placed cookies on your computer to help improve this site. By using this site, you are consenting to its usage. Ler mais

A vila histórica de Caminha recebe nos próximos dias 2 e 4 de Junho mais uma edição do «Entre Margens» em que os sons do Minho e da vizinha Galiza se unem nas ruas e praças, revivendo o som característico de concertinas, rabeca chuleira, cantos polifónicos de Lafões e pandereteiras, toques de chamarritas, bailes de chamarritas e gaita-de-fole, entre outros.

Além do som típico dos instrumentos, também não vão faltar palestras, workshops, documentários, filmes, exposições e oficinas.
O objectivo, segundo salienta a Câmara Municipal de Caminha, é «promover e divulgar o concelho a nível nacional e internacional e potenciar a economia local.
O «Entre Margens», encontro de tocadores é um evento que visa promover o encontro entre tocadores de instrumentos tradicionais de gerações distintas, fomentando a partilha de conhecimentos, repertórios e técnicas instrumentais através das diferentes actividades que integram o cartaz.

Esta edição vai ser marcada pela apresentação de vários trabalhos musicais, designadamente: “Cantos de Cego da Galiza e Portugal”, por Ariel Ninas e César Prata; “O Acordeão Na Costa da Morte” por Xurxo Souto e Pazos de Merexo; “As Coletâneas dos Açores”, por Emiliano Toste e ainda “Aires de Pontevedra: Ricardo Portela”, por Oscar Ibañez. Para além da apresentação dos vários trabalhos, há ainda vários concertos, com destaque para Ariel Ninas e César Prata e Daniel Pereira “Cristo”.

Durante os três dias, será possível assistir a várias palestras: “A Questão de Género nas Músicas de Tradição Oral”, por Júlia Feijóo; “Os Arquivos de Música Tradicional na Rede”, por Sérgio de La Ossa; “As Polifonias de Lafões” por Maria Rosa Pestana; “As Gaitas Antigas de Portugal”, por Pablo Carpinteiro e ainda “A Rabeca Chuleira”, por Emiliana Silva.

O Entre Margens é organizado por PédeXumbo – Associação para a Promoção da Música e da Dança, a Central Folque – Centro Galego Música Popular, Coreto – Associação para a Promoção de Artes e Culturas Tradicionais e Câmara Municipal de Caminha. Conta ainda com os apoios da AGADIC – Axencia Galega das Industrias Culturais, Freguesia de Caminha e Vilarelho, Fundação INATEL e MusicTrad.

A capital do instrumento tradicional passa por Caminha …

Conecte-se

Se deseja inscrever-se na nossa newsletter, Digite seu endereço de e-mail.