Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Caminha em silêncio pelas vítimas de COVID 19

IDT-N°/ : 6036

Convide os seus amigos

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 


2 de Novembro, pelas 12H00, Dia de Finados mas também Dia de Luto Nacional decretado pelo Governo, pretende-se encher o concelho com um minuto de silêncio pelas vítimas de COVID 19. Esta acção será acompanhada pelas sirenes dos bombeiros de Caminha e Vila Praia de Âncora, assim como pelo retocar dos sinos das igrejas de todas as paróquias.

Miguel Alves, presidente da Câmara Municipal de Caminha, sublinhou que este momento é “simbólico e naturalmente voluntário. Num singelo minuto de reflexão interior, pretendemos honrar as vítimas da doença e agradecer a todos os que a combatem, das diferentes formas.

Pedimos às pessoas para pararem o que estão a fazer, se puderem, de modo a criarmos um cordão invisível de homenagem a quem tanto sofre. Sei que os trabalhadores do Município estão sensibilizados para o momento e quero referir a pronta colaboração dos Bombeiros e do Arciprestado de Caminha mas gostava, de uma forma ou de outra, que toda a população se juntasse a nós neste gesto tão emotivo.

Recordar que o concelho de Caminha tem 168 casos de infeção desde o início da pandemia, tem 67 casos activos e lamenta a morte de 4 pessoas. Também sublinhar que os 38 utentes do lar do Centro de Bem Estar Social de Seixas, em Caminha, que estavam infectados com covid-19, já recuperaram da doença.

Isabel Varela
Jornalista / colaboradora
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.
Textos deste autor:

RECOMENDADOS PARA SI

EU APOIO O Luso.eu

Últimos Tweets

CAMARATE - Subsiste o mistério de um crime organizado https://t.co/MzawEA4Eub
Projeto PineWALL propõe estratégia inovadora para combater a doença da murchidão do pinheiro https://t.co/B8Pa7vZa2P
Projeto PineWALL propõe estratégia inovadora para combater a doença da murchidão do pinheiro https://t.co/qzhGVi4dJ6
Follow Jornal das Comunidades on Twitter