Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Covid-19: Costa adverte para risco de "medidas ainda mais restritivas"

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) – O primeiro-ministro, António Costa, reiterou hoje que não gosta das medidas preventivas obrigatórias contra a covid-19 que propõe, mas advertiu que a alternativa poderá ser a adoção, dentro de poucas semanas ou meses, de outras ainda mais restritivas.

“Claro que eu não gosto das medidas [utilização obrigatória de máscara de proteção e da aplicação StayAway Covid]. A questão é saber se essa medida é necessária, é útil para conter a transmissão da pandemia, e se não é melhor recorrer a esta medida agora assim do que estar daqui a umas semanas ou daqui a um mês ou daqui a dois meses a ter que impor medidas muito mais restritivas, como seja dizer: «olhe, pura e simplesmente não poder ir à rua, nem com máscara nem sem máscara”, declarou.

Costa falava à imprensa no final de um Conselho Europeu, em Bruxelas, no dia em que Portugal regista o valor diário mais elevado de novos casos de infeção desde o início da pandemia de covid-19 (2.608) e 21 mortos.

“E a questão que eu coloco mais uma vez é que com este ritmo de crescimento da pandemia que estamos a ter, se nós não adotamos agora medidas desta natureza, se calhar vamos estar daqui a uns tempos a ter de tomar medidas muito mais constringentes das liberdade, desde logo da liberdade de movimento, como adotámos no início desta pandemia”, enfatizou.

Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.


RECOMENDADOS PARA SI

Últimos Tweets

Prémio Literário Municipal atribuído a José António Carvalho Batista https://t.co/j0nzAkZpLE
APROVADA REPRESENTAÇÃO DO CCP JUNTO NO CONSELHO CONSULTIVO PARA OS CANAIS INTERNACIONAIS https://t.co/2kEy1gFL3X
Covid-19: Trânsito "normal" em Lisboa e Porto horas antes de restrições entre concelhos https://t.co/6dvAHvUnOV
Follow Jornal das Comunidades on Twitter