NOTA! Luso.eu usa cookies e tecnologias similares. Se você não alterar as configurações do navegador, você concorda com isso.

Saiba mais aqui

Compreendi

Mais de 2.200 toneladas de alimentos doados aos Bancos Alimentares contra a Fome

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Mais de 2.200 toneladas de alimentos foram doados aos Bancos Alimentares contra a Fome, na campanha que decorreu no fim de semana, anunciou hoje a instituição.

A campanha de recolha de alimentos terminou pelas 23:00 de domingo e realizou-se em 2.000 supermercados em 21 regiões do país, onde estão instalados os Bancos Alimentares, indicou a presidente do Banco Alimentar, Isabel Jonet, em comunicado enviado à agência Lusa.

Os alimentos recolhidos vão ser distribuídos, a partir da próxima semana, a 2.630 instituições de solidariedade social, que os entregam a cerca de 420 mil pessoas com carências alimentares comprovadas, sob a forma de cabazes ou de refeições confecionadas, de acordo com a nota.

Em declarações à Lusa no domingo à noite, Isabel Jonet explicou que durante o dia de hoje vão ser "distribuídos em primeiro lugar os produtos frescos" - "frangos, legumes, frutas e pão" - e que, "a partir de terça-feira, é retomado o ritmo regular de entregas diárias", ou seja, "mais de 105 toneladas de alimentos todos os dias" nos 21 Bancos Alimentares do país.

Na recolha de alimentos feita antes do Natal do ano passado, foram doadas mais de 2.000 toneladas de alimentos e na última campanha, realizada em maio, foram recolhidas mais de 1.800 toneladas.

Em 2016, os 21 Bancos Alimentares contra a Fome em funcionamento em Portugal distribuíram 25,6 mil toneladas de alimentos, o que equivale a um valor global estimado superior a 35,8 milhões de euros, de acordo com o mesmo comunicado.

O primeiro Banco Alimentar contra a Fome em Portugal foi aberto em 1991.

Pub


Últimos Tweets

Dois mortos no incêndio em cobertura de prédio na Baixa de Lisboa https://t.co/SIDH0ZWJRM
Pedrógão Grande: Presidente do Revita não teve queixas mas vai avaliar denúncias https://t.co/SQqd6oCVw0
Jovens de Caminha contribuem com três projectos para o Orçamento Participativo Jovem de Portugal https://t.co/VHsZlQoVZl
Follow Luso.be - Bélgica on Twitter