Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Caminha Covid19: “Não estão reunidos os critérios que permitem a realização de testes à COVID 19 nos lares do concelho”

ID:N°/ Texto: 5069
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A qualquer momento é possível conhecer os resultados dos testes ao Covid19 realizados aos funcionários das IPPS’s do concelho de Caminha, concretamente o Centro de Bem-Estar de Seixas, e o Lar dos Mareantes em Caminha. No Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora, os referidos testes ainda não aconteceram. Recordar que no Lar do Senhor dos Mareantes, em Caminha, foi detectado um caso positivo de Covid19, uma jovem funcionária que pertencia ao sector da limpeza.

Segundo soubemos cerca de 43 testes foram efectuados, mas somente a funcionários e não a utentes dessas mesmas instituições. “Até ao momento, só foram realizados a funcionários, que são aqueles que têm maior risco de infecção e propagação da doença porque saem e entram diariamente nas instituições. Os utentes estão confinados há semanas, não recebem visitas e nenhum apresenta qualquer sinal de poder ser portador de doença”, esclareceu o município de Caminha.
Segundo nos revelou esta autarquia caminhense os testes decorrem a pedido das instituições.

E porque não se estão a realizar os testes de Covid19 aos utentes? Das instituições? Segundo adiantou a Câmara Municipal de Caminha porque “de acordo com a Saúde Pública, não estão reunidos os critérios que permitem a realização de testes à COVID 19 nos lares do concelho de Caminha. Perante o facto, a Câmara Municipal de Caminha decidiu assumir, com critérios específicos e assegurando a totalidade dos custos, a realização de testes quando forem solicitados através da contratualização de um laboratório privado”.
No concelho de Caminha até à data de hoje estão confirmados 8 casos de infecção pulmonar por Covid19. Mas, é desconhecido o número de pessoas que possam estar em vigilância ...

100 camas estão disponíveis no concelho de Caminha para isolar doentes com Covid 19 caso seja necessário e estão distribuídas por diversas unidades hoteleiras do concelho e, ainda, está a ser estudado a possibilidade de ser criado um hospital de campanha no pavilhão municipal de Caminha.
Durante o dia de hoje serão colocados no concelho outdoors a mandar população para casa. A mensagem é: "Se está a ver este outdoor (...) se não tem nenhuma razão de força maior, então dê meia volta e vá para casa".
E, no próximo domingo, dia de Páscoa, sinos das 22 paróquias de Caminha vão tocar a rebate, em simultâneo, ao meio-dia.

Medidas no concelho devido ao Covid19 Covid 19
As medidas tomadas foram renovadas pelo período de vigência do estado de emergência, ou seja, encerramento de esplanadas, proibição do uso de fontanários, encerramento dos espaços desportivos e culturais do concelho. “não é possível tomar medidas mais apertadas a não ser cortes de via, o que não se justifica”, sublinhou o município caminhense.
Quer na contenção da doença ou na mitigação dos efeitos sociais e económicos que o concelho está a sofrer várias medidas estão a ser propostas … O executivo caminhense liderado por Miguel Alves apresentou um pacote que prevê isenções de pagamento de rendas habitacionais e de comércio em espaços municipais, isenção do terrado das feiras semanais e de esplanadas, pagamento de tarifas fixas no abastecimento de água, saneamento e resíduos urbanos para pequenas e micro empresas e o apoio financeiro a IPSS e corporações de bombeiros.

“Além disso, como é sabido, o Município já deu nota, com todos os municípios do Alto Minho, de que não autorizará eventos até ao final de Junho. Tudo está em aberto relativamente ao futuro, dependendo do evoluir da situação”, salientou a autarquia de Caminha.

Por sua vez, os vereadores do Partido Social de Caminha também apresentaram uma série de medidas para fazer face aos efeitos da Pandemia na vida das pessoas e empresas, ou seja, isentar o pagamento das tarifas fixas da água e saneamento, com calibre de adução até 25 mm, nos meses de Abril, Maio e Junho para todos; Isentar o pagamento de tarifas fixas de recolha de resíduos sólidos até Junho do presente ano, para todos. Apoiar de forma excecional e temporária as famílias que tiveram perdas do rendimento familiar iguais ou superiores a 25%, comparticipando em 50% no pagamento das rendas habitacionais, foi outra das propostas apresentadas pela oposição PSD de Caminha.

Esta força política, ainda, propõe Criação de um gabinete de crise para atendimento telefónico à população do concelho de Caminha, dotado de um profissional de saúde, técnicos de psicologia e ação social.

Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Últimos Tweets

Covid-19: 'Podcasts', a nova moda dos portugueses na Alemanha https://t.co/a53hPlUeC7
O entrecruzamento da Guerra Colonial com a Emigração Portuguesa https://t.co/WgMqse0lf1
A AUTONOMIA NA RECONSTRUÇÃO DA ESPERANÇA https://t.co/DnImlCr0d8
Follow Jornal das Comunidades on Twitter