9 milhões de água em dívida na câmara de Caminha

ID:N°/ Texto: 4303
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

9 milhões de água por pagar … Este é o número da dívida de água por liquidar por parte da Câmara Municipal de Caminha.

Segundo conseguimos apurar 6 milhões e 700 mil euros são referentes a facturas que o edil socialista Miguel Alves deixou de pagar desde Abril de 2014até 2019, sendo 2 milhões e 800 mil euros são referentes a juros de um empréstimo a pagar à banca por 25 anos.

Junto do presidente da câmara tentamos apurar como se teria chegado a estes números, mas ficamos sem respostas ...
Em 2018 a este órgão de comunicação social Miguel Alves, líder do município caminhense, afirmava que «ainda « estamos a pagar acordos de água que contêm facturas de 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011, temos também acordos realizados a propósito de facturas dos últimos anos e temos ainda a facturação corrente para pagar. Todos os anos, a Câmara Municipal perde 950 mil euros entre a água que compra e a água que vende aos Munícipes».

Entretanto, além do empréstimo à banca a Câmara Municipal de Caminha assinou um contracto com a empresa pública Águas do Alto Minho, para gestão dos sistemas de água e saneamento no concelho e na região. Esta nova parceria ainda tinha previsto como objectivo articular competências entre sistemas, promover uma maior eficácia através da redução das perdas de rede, garantir a qualidade da água e possibilitar o investimento de 75 milhões de euros nos próximos cinco anos.

No ano passado a factura da água começou a ser em nome da dita empresa pública e referiu-se mesmo que esta nova adesão estaria em condições de concorrer a fundos comunitários, a que não teriam acesso os municípios isoladamente. Segundo conseguimos apurar esta afirmação não corresponde totalmente à verdade …

Por sua vez, a oposição social democrata afiançava que o “valor DA FATURA DA ÁGUA VAI AUMENTAR PARA MÁXIMOS INIMAGINÁVEIS!” Isso não é justo! Esse valor vai ter de ser pago porque estão aqui imputados gastos e custos que não deveriam ser imputados às pessoas nomeadamente o valor dos gastos com pessoal”, referiu Liliana Silva, vereadora do PSD.

A verdade é que vozes populares e de munícipes fizeram se ouvir quando verificaram que com esta nova adesão a sua factura tinha engordado ... Em tempos o líder socialista Miguel Alves referiu que o município já tinha sido pressionado pela entidade reguladora -ERSAR no sentido de atualizar as tarifas. Actualmente, o valor cobrado pela água em Caminha tem como referência a tabela praticada pelo município de Viana do Castelo.

Recordar, que a Câmara Municipal de Caminha está neste momento com um plano de recuperação financeira, sendo que a sua dívida total ascende a mais de 22 milhões de euros …

Monção, Melgaço Ponte da Barca são os 3 municípios que não aderiram à Águas do Minho.

A Águas do Alto Minho é responsável pela gestão e exploração do sistema integrado de abastecimento de água e de saneamento do Alto Minho, servindo uma população residente de 204 mil habitantes nos sete municípios envolvidos e abrangendo 5.400 quilómetros de rede.


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimos Tweets

Aulas na Secundária de Caminha transferidas para contentores https://t.co/SjYOR2ki1C
CAMINHA E VILA PRAIA DE ÂNCORA RECEBEM ATELIÊ “CREACTIVITY” https://t.co/WhPolypEmX
CEIAS DE NATAL NA FEITOSA (Ponte de Lima) e DRANCY (Paris)Esgotadas https://t.co/qbl63DsfWp
Follow Jornal das Comunidades on Twitter