Fogo em Sintra já foi dominado e causou cinco feridos - CDOS

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) – O incêndio que deflagrou hoje na serra da Carregueira, em Sintra, já foi dominado e está em fase de rescaldo, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa, referindo que existem cinco feridos.

“O incêndio já foi dominado e está em fase de rescaldo, não existe nenhuma frente ativa. Os trabalhos de rescaldo vão continuar durante a noite e a manhã, o efetivo no local vai ser reduzido, mas ainda vai ser grande o que vai ficar nos trabalhos de consolidação”, afirmou fonte do CDOS de Lisboa, cerca das 21:15.

Segundo a mesma fonte, existem cinco feridos a registar na ocorrência, quatro ligeiros e um grave.

“Quatro pessoas, três civis e um bombeiro, sofreram ferimentos ligeiros, e um bombeiro foi considerado em estado grave, depois de sofrer um enfarte agudo do miocárdio”, explicou.

O incêndio obrigou a retirar cerca de 50 pessoas das suas casas na localidade da Venda Seca, concelho de Sintra, por precaução, mas já foram autorizadas a regressar.

“As pessoas já foram autorizadas a regressar às habitações e vias que estavam encerradas devido ao incêndio também já foram reabertas”, frisou a fonte do CDOS.

O incêndio teve início às 15:20, numa zona de mato, junto ao Estabelecimento Prisional da Carregueira e do Centro de Tropas e Comandos.

Pelas 21:30, de acordo com a página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, estavam no local 375 operacionais, apoiados por 114 viaturas.


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

Últimos Tweets

IRMÃOS CARDOSO – DEPOIS DE PARIS E LONDRES, MÚSICA POPULAR NA SUA TERRA! https://t.co/WudwCoAZA1
Venezuela: Suspensão dos voos da TAP é “decisão desagradável” que afeta comunidade lusa https://t.co/ZXiosufMnG
Forte da Ínsua vai tornar-se em hospedagem https://t.co/q5bnEv2WEX
Follow Jornal das Comunidades on Twitter