Concurso para concessão de forte da Ínsua em Caminha acaba com décadas de abandono

ID:N°/ Artigo: 4010
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

No passado dia 25 de Julho foi lançado, em Lisboa, o concurso para a concessão do forte da Ínsua inserido na segunda edição do programa Revive.

Este programa foi lançado em 2016 e visa promover a recuperação e a requalificação de imóveis públicos classificados que estão sem uso, através da concessão a privados para exploração para fins turísticos.

“Há anos que nos habituamos a ver o Forte da Ínsua abandonado e sem utilização. Esperamos um novo ciclo para o velho mosteiro, a velha fortaleza, o velho farol”, sublinhou Miguel Alves, presidente da Câmara Municipal de Caminha.

O Forte da Ínsua é um monumento nacional construído entre 1649 e 1652 e encontra-se numa pequena ilha rochosa, na foz do Rio Minho, perto da costa. Está situado na Ínsua de Santo Isidro, na freguesia de União das Freguesias de Moledo e Cristelo.

Parte do seu espólio foi guardado pela autarquia de Caminha e a Capitania local detém as chaves das suas portas.
Os estudos topográficos e a recolha dos elementos históricos e arquitetónicos foram assegurados pelo município de Caminha.
Recordar que o Estado chegou a ceder ao Instituto Politécnico de Viana do Castelo a manutenção e revitalização da Fortaleza da Ínsua, mas nada se fez! …
Será desta que a fortaleza da ìnsua volta a respirar vida?! …


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimos Tweets

Amazónia: Macron acusa Bolsonaro de mentir e diz-se contra o acordo UE-Mercosul https://t.co/pG3CBaXmRt
PSP convencida de “policiamento de sucesso” em Benfica-FC Porto de risco elevado https://t.co/NCqs4FgWrc
Amazónia: Bruxelas está “profundamente preocupada” e apoia debate pedido por Macron https://t.co/xLU3RY97Uj
Follow Jornal das Comunidades on Twitter