Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Igreja da Misericórdia de Caminha classificada como Monumento de Interesse Público

ID:N°/ Texto: 3446
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Igreja da Misericórdia de Caminha classificada como Monumento de Interesse Público, tendo o processo iniciado por proposta da Santa Casa da Misericórdia de Caminha, em Novembro de 2013 e agora anunciado.

Segundo a portaria hoje publicada e assinada pela secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira, "a Igreja da Misericórdia de Caminha foi erguida entre 1551 e 1561, data na qual foi concluído o programa decorativo interior", acrescentando que "a fachada quinhentista foi alterada em 1650, mantendo, no entanto, o portal original".

"Nesta mesma data construiu-se a Casa do Consistório, destinada a receber as reuniões da Irmandade fundada em 1516. O revestimento azulejar do templo é ainda seiscentista, embora a restante decoração tenha sido renovada na primeira metade do século XVIII", pode ler-se no mesmo texto.

O restante conjunto ornamental "foi renovado na primeira metade do século XVIII; entre 1721 e 1723 foi executado o novo retábulo-mor, da autoria de António Rodrigues Fontes, e nos anos de 1733 e 1734 ergueram-se os retábulos laterais, executados por Manuel Coelho", adianta a página da direcção-geral do Património cultural.

Isabel Varela
Jornalista / colaboradora
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.
Textos deste autor:

RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimos Tweets

Covid-19: Autarcas da AMLisboa podem alterar horário de funcionamento do comércio - Governo https://t.co/rAyTdbQfMR
Covid-19: Portugal com mais seis mortes e 325 novos casos nas últimas 24 horas https://t.co/6raV0XLVbL
Projeto de investigação quer mostrar como os supercomputadores podem ajudar as pequenas e médias empresas https://t.co/gfcUSZJjma
Follow Jornal das Comunidades on Twitter