(Lusa) – Um casal morreu hoje, provavelmente por intoxicação de dióxido de carbono, na sua casa de férias em São João da Pesqueira, no distrito de Viseu, anunciou à agência Lusa o comandante dos bombeiros voluntários locais.

“Fomos alertados, por volta das 13:00 para uma doença súbita e enviei um meio de socorro para o local, mas, um minuto depois, tivemos um outro alerta via CODU (Centro de Orientação de Doentes Urgentes) que referia uma segunda vítima em paragem e seguiu uma segunda viatura para o local”, explicou Paulo Esteves.

Segundo o comandante dos bombeiros voluntários de São João da Pesqueira, quando chegaram ao local, os bombeiros perceberam que as duas pessoas “estavam em paragem cardiorrespiratória por inalação de dióxido de carbono porque estava presente uma braseira”.

“Iniciaram-se as manobras de reanimação, infelizmente sem sucesso, e tivemos o apoio da SIV (ambulância de Suporte Imediato de Vida) de Moimenta da Beira e da VMER (Viatura Médica de Emergência e Reanimação) de Vila Real mas, à posteriori, o médico acabou por passar o óbito no local”, contou à agência Lusa Paulo Esteves.

Segundo este responsável, trata-se de um casal entre os 45 e os 55 anos, emigrantes, “não eram pessoas frequentes, estariam só em férias e, não muitas vezes, em Paredes da Beira”, freguesia de São João da Pesqueira, no distrito de Viseu.

Pub