NOTA! Luso.eu usa cookies e tecnologias similares. Se você não alterar as configurações do navegador, você concorda com isso.

Saiba mais aqui

Compreendi
Pub
Previous Next

O João Luís tem um sonho! … Mas a sua concretização precisa da sua ajuda

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Os sonhos existem e para ser concretizados, já dizia o poeta que «o sonho comanda a vida».

O João Luís Valente Martins, tem 17 anos e reside em Vila Praia de Âncora, concelho de Caminha, desde menino que acalenta o sonho de frequentar a UCAM – Universidade Católica de San António de Múrcia, Espanha, para frequentar o curso de Ciências da Educação física e do desporto e jogar na liga Espanhola de basquetebol, Endesa… E chegou a altura, mas «não tenho dinheiro. Preciso de ajuda financeira para perseguir e concretizar este sonho», refere o João Luís.

Este curso não existe em Portugal, apenas na Bélgica, Itália e em Espanha. Trata-se de um curso de 4 anos, que concilia a especialidade nesta área desportiva e permite jogar em simultâneo na liga Endesa.

Os quatro anos de licenciatura implicados neste estudo significam um investimento de 22.340 € em propinas (5.585€ por ano), e de cerca de 6.000€ de despesas anuais em alojamento e alimentação (24.000€ pelos 4 anos), o que significa 46.340 € após quatro anos. Isto sem pensar em viagens, despesas de material escolar, etc.
Perante estes números e após ter efectuado em Janeiro deste ano provas na dita universidade a resposta positiva chegou em Março, mas «Até esse momento, tinha tido todo o apoio possível da minha Mãe, dalguns amigos e professores e do meu Treinador. Porém, a partir do momento em que recebi o email de admissão, o apoio emocional e a auto-confiança passaram a não ser suficientes», sublinha João Luís sabendo da difícil situação financeira em que vive a sua família para dar resposta a este sonho.

Este jovem que desde os 7 anos se iniciou no basquetebol e delineou o seu sonho lançou, juntamente com a sua mãe, uma campanha solidária para conseguir apoios para concretizar o seu sonho. «Pedia, apenas, uma ajuda para eu conseguir concretizar o meu sonho e aproveitar esta oportunidade única, que a vida me está a oferecer. Vou ter de me instalar num país estrangeiro, e começar uma nova etapa. Contudo preciso de toda a ajuda possível, refere.

Persistência e perseverança definem o João Luís que com um brilho nos olhos recorda que assistiu, juntamente com o seu irmão, à morte do seu pai eletrocutado , mas também sabe que a sua mãe é o meu guia, o meu mestre e a minha luz, pois o meu pai faleceu quando eu tinha apenas 5 anos de idade. Ela tem a capacidade de nos fazer acreditar nos nossos sonhos, incentiva-nos a trabalhar pela sua concretização».

Por sua vez, a mãe do jovem, Mônia Valente, sente-se orgulhosa pela determinação e luta do seu filho e não deixa de recordar que «aos vinte e quatro dias do mês de Abril de 1999, contraí matrimónio com o Estevão Martins e tivemos dois filhos, o João Luís e o Guilherme. Este casamento e a felicidade familiar foi breve, porque, a três de Outubro de 2005, o meu marido sofreu um acidente mortal. Tragicamente, morreu eletrocutado num poste de alta tensão. Este acidente aconteceu na presença dos meninos que, estavam com ele nesse momento».

Após este incidente a família passou a viver em termos financeiros algo complicada, pois somente existia o salário da mãe e que se agrava quando em 2011, numa tentativa de refazer a sua vida, assumiu um outro relacionamento que abandona após ter conhecimento da sua gravidez.

Mônia Valente é psicóloga clínica e trabalha na Câmara Municipal de Caminha onde aufere um ordenado de 1065, 00 €., mas para conseguir levar a sua família teve que iniciar uma actividade paralela de venda de crepes em festas populares e feira medieval em Caminha. «Infelizmente, abandonamos a actividade porque deixou de ser produtiva».

«Somos pessoas resilientes, que não gostam de vitimização. Pelo contrário, lutamos com garra, força e determinação, pois a vida é muito para ser insignificante. Em nenhum momento obtivemos ajuda do estado ou da segurança social, só pelo facto de eu ser licenciada. Incuti aos meus três filhos que, para vencermos na vida precisamos viver em plenitude com a vida, com a nossa consciência, respeitando os outros, como a nós mesmos.

Apesar das dificuldades económicas que atravessamos, sempre desenvolvemos o espírito de entre-ajuda e cooperação na nossa comunidade, de modo a oferecer o nosso contributo ao desenvolvimento da sociedade. Para melhorar a vida de muitas famílias carenciadas, fazemos voluntariado no Banco Alimentar, visitamos idosos nos lares e auxiliamos doentes. Acreditamos que, ajudando os outros, Deus nos ajudará», sublinha Mônia Valente.

Uma família unida em torno de um sonho « estruturado, bem pensado e ambicioso.
Ele não apresenta outro plano ou alternativa, afirmando que, se tiver de trabalhar para ajudar a pagar, o fará com alegria, pois é este caminho que quer fazer, refere a mãe do jovem João Luís. Neste momento, o João Luís e a sua mãe estão a efectuar deligências junto de empresas , instituições e particulares em busca da viabilização deste sonho …

O João Luís tem um sonho! … Mas, para o concretizar precisa da sua ajuda ... «Existimos no mundo para nos ajudarmos uns aos outros. Hoje por mim, amanha, por si, por um filho, um neto… Ajudem-me, por favor, da forma que vos for possível, mas não fiquem insensíveis. De coração e desde já o meu muito OBRIGADO», agradece o João Luís.

Poderá fazer o seu contributo aqui:
IBAN (Internationa Bank Account Number) : PT50 0035 0195 00034891 430 73
BIC ( Bank Identification Code): CGDIPTPL

Pub

 

 

 

 

 

 


Últimos Tweets

Fogo florestal em Guimarães em resolução https://t.co/RGW9kY1SbC
Fogo florestal em Guimarães em resolução https://t.co/1b9NW5hClH
Génova: Governo italiano declarou "estado de emergência" por 12 meses https://t.co/g9PDazKxT2
Follow Jornal das Comunidades on Twitter