Arcos de Valdevez, Viana do Castelo, 04 mar (Lusa) - A rádio Valdevez, em Arcos de Valdevez, vai criar uma conta solidária para reunir donativos que permitam reconstruir o centro emissor "totalmente destruído" por um raio, disse à Lusa o vice-presidente daquela estação emissora.

"Vamos abrir uma conta solidária para recolher donativos que nos permitam reconstruir o centro emissor, totalmente destruído por um raio de trovoada. Temos recebido manifestações de apoio de todo o país e, sobretudo, dos nossos emigrantes que se encontram espalhados pelo mundo", afirmou José Rocha.

O responsável adiantou que em Bordéus, França, a comunidade emigrante, natural daquele concelho do Alto Minho, "já está a mobilizar-se para realizar festas de angariação de fundo".

"A rádio é muito importante para os nossos emigrantes", frisou José Rocha, adiantando que a "direção da emissora irá solicitar o apoio da Câmara Municipal".

O raio de trovoada que "destruiu por completo" o centro emissor instalado no Alto de Padroso.

"Tenho 49 anos e 33 de rádio nunca vi coisa assim", disse, estimando em cerca de "20 a 25 mil euros" o montante necessário à construção daquele equipamento.

A rádio local está, desde 31 de março, a emitir apenas através da internet e por tempo indeterminado.

"Não podemos avançar com uma data para retomarmos a emissão regular porque a reconstrução do centro emissor está muito dependente das condições climatéricas que se venham a fazer sentir nos próximos tempos", especificou.

A Rádio Valdevez, legalizada vai fazer 30 anos em junho, tem três funcionários e cerca de dez colaboradores. A emissão, nas frequências 96.4 FM e 100.8 FM, "cobre o Alto e Baixo Minho e chega a Vigo, na Galiza".

Pub