O centro de Acolhimento Temporário Infantil Benjamim, localizado na freguesia de Seixas, vai fechar portas!

Este centro estava preparado para receber 12 crianças e jovens em risco, de ambos os sexos, até aos 18 anos. Surgiu da candidatura da APPACDM de Viana do Castelo, no ano 2000, ao Programa “Ser Criança” e que contou com os seguintes parceiros sociais: Câmara Municipal de Caminha, Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Caminha, Câmara Municipal de Paredes de Coura, Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Paredes de Coura e Centro Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Viana do Castelo. A sua abertura aconteceu em 11 de Novembro de 2002.

As linhas de orientação do centro Benjamim assentava na Negligência, abuso Sexual, maus tratos físicos ou abuso emocional, entre outros como: deficiência Mental e Multideficiência, Alcoolismo.

Já em tempos Júlio Viana, vice-presidente da APPACDM, Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental de Viana do Castelo, a entidade gestora da instituição, referiu a um órgão de comunicação social que a instituição estaria com problemas financeiros, mas « com a ajuda de todos, esses problemas serão superados». Na verdade, o Benjamim já esteve diversas vezes em risco de encerrar, ...

Agora, e com a notícia deste encerramento, a concelhia do Partido Social Democrata de Caminha considera que «o nosso concelho está cada vez mais pobre». E, acrescenta, ainda, que este « encerramento poderá acarretar o fim da escola primária de Seixas que acolhia meninos do CAT e ficará sem o ratio para manter as portas abertas».

Pub