NOTA! Luso.eu usa cookies e tecnologias similares. Se você não alterar as configurações do navegador, você concorda com isso.

Saiba mais aqui

Compreendi

A bem sucedida reindustrialização têxtil

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A Associação Têxtil e Vestuário de Portugal organiza hoje uma conferência de imprensa, na REPER Portugal, em Bruxelas com o intuito de partilhar: o conhecimento de experiência feito acumulado no sector têxtil (1) a historia de sucesso da extraordinária capacidade de sobrevivência e adaptação à mudança da industria têxtil portuguesa (2).

“O nosso dia a dia não é fácil. Trabalhamos na mais difícil das industrias. Para ter sucesso é preciso acreditar e ter uma grande vontade de vencer. Nós conseguimos e temos orgulho nisso”, afirma Paulo Vaz, Director da ATP.

Paulo Vaz relembra que em 2016, as exportações têxteis portuguesas ultrapassaram a barreira dos cinco mil milhões de euros, batendo um recorde que durava desde 2001, quando o setor tinha o dobro das empresas e do emprego. Um recorde que vai voltar a ser quebrado este ano, com uma progressão de 4%, bem acima dos 2,5% estimados para o crescimento do PIB nacional.

“Durante os anos da crise, quando muitas empresas desapareceram, o meu maior receio foi que a nossa industria têxtil e de vestuário perdesse a massa critica necessária para atrair as marcas a virem cá fazer a suas colecções. Felizmente, conseguimos manter, concentrada num raio de 50 quilómetros, a oferta de um conjunto de especialidades que justificação a deslocação dos clientes ao nosso país”, refere Manuel Gonçalves, membro da direção do Cluster Têxtil.

Pub


The Sol Ar Vinhos de Portugal

Eventos este Mês

Seg.Ter.Qua.Qui.Sex.Sáb.Dom.
1
3
4
11
12
13
14
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Pub Google

Últimos Tweets

Os trabalhadores forçados portugueses do III Reich https://t.co/q9yX8Q2sWq
FC Porto goleia Vitória de Guimarães e apura-se para os 'quartos' da Taça https://t.co/m8JDqtKseV
Paula Moreira https://t.co/3gJ3fpIaLJ
Follow Luso.be - Bélgica on Twitter