Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

André Ventura deixa liderança do Chega e convoca convenção para setembro

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) - O presidente do Chega, André Ventura, decidiu deixar a liderança do partido e marcou uma convenção nacional para setembro, onde será escolhido o novo líder, disse à Lusa fonte oficial desta força política.

De acordo com a fonte, está marcada "para setembro" uma convenção nacional eletiva, na sequência da decisão do atual líder e deputado único.

"Ainda não me demiti, mas será feito para haver uma convenção eleitoral", disse à Lusa o presidente do Chega, remetendo mais pormenores para um vídeo que será divulgado hoje.

Questionado sobre os motivos por que decidiu demitir-se de líder partido, André Ventura afirmou apenas que "será tudo explicado no vídeo" para que "os militantes saibam primeiro".

A notícia foi avançada pelo jornal 'online' Observador, que cita fonte próxima de Ventura, e refere críticas ao facto de o deputado se ter abstido na votação da renovação do estado de emergência, visto que da primeira vez votou favoravelmente.

O Chega foi oficializado como partido pelo Tribunal Constitucional a 09 de abril do ano passado e André Ventura, o rosto do partido desde a sua fundação, foi eleito presidente da Direção Nacional na primeira convenção nacional, em junho.


RECOMENDADOS PARA SI