JOSÉ MANUEL FERNANDES É RELATOR PARA OS FUNDOS EUROPEUS 2021-2027

ID:N°/ Artigo: 4150
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

‘Ao contrário dos socialistas portugueses, nós queremos impedir os cortes nos fundos europeus!’

José Manuel Fernandes, Eurodeputado do PSD e Coordenador do Grupo PPE na Comissão de Orçamentos, é um dos quatro relatores do Parlamento Europeu para o Próximo Quadro Financeiro Plurianual.

A Comissão dos Orçamentos do Parlamento Europeu vai manter uma equipa de quatro relatores para as negociações do Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027. Dois são do PPE.

Bruxelas, 05 de Setembro de 2019 - O eurodeputado português do PSD, José Manuel Fernandes, que é, em simultâneo, coordenador do PPE na Comissão dos Orçamentos, vai integrar a equipa do Parlamento Europeu que irá negociar o Novo Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027 (QFP) e os recursos próprios da União Europeia (UE).

A equipa de negociação é constituída por 2 elementos do PPE, um do grupo Socialista e outro dos Liberais.

O Grupo PPE nomeou para relatores do próximo Quadro Financeiro Plurianual o Português José Manuel Fernandes e o polaco Jan Olbrycht. O Grupo liberal "Renew Europe" nomeou a francesa Valérie Hayer.

Apesar da posição comum do Parlamento ficar a cargo dos quatro relatores, José Manuel Fernandes e Valérie Hayer serão os responsáveis pelas propostas de financiamento do orçamento.

José Manuel Fernandes, eurodeputado do PSD, afirma que “o Parlamento Europeu tem a sua posição consolidada, está pronto para negociar com o Conselho, e não aceita cortes nos fundos europeus, até porque estes são essenciais para a coesão e a competitividade da União Europeia, recordando que Portugal recebe, neste momento, mais de 12 milhões de euros por dia do orçamento da União. Reafirmo: ao contrário dos socialistas portugueses, nós queremos impedir cortes nos fundos europeus!”.

O Eurodeputado José Manuel Fernandes reforça que “Portugal recebe hoje da UE mais de 12 milhões de euros da UE por dia, montante fundamental para a coesão e o desenvolvimento económico e social. Mais de 80% do investimento público em Portugal tem origem no orçamento da UE”.


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Últimos Tweets

Sabores do Caldo do Pote estão de volta https://t.co/8BJXAF0jg9
From Vimeo
Comecei a seguir Izicast no #Vimeo: https://t.co/xtTYmweKMT
Óbito/Roberto Leal: Fãs emocionados em velório viam cantor como símbolo da família https://t.co/xonF04GbxQ
Follow Jornal das Comunidades on Twitter