O eurodeputado José Inácio Faria, eleito pelo Movimento Partido da Terra / Partido Popular Europeu, regressou ontem de Kiev, onde participou como Observador Eleitoral às eleições presidenciais naquele país, em representação do Parlamento Europeu.

Foi a 10ª missão do jurista natural de Viana do Castelo, no acompanhamento de actos eleitorais em nome da União Europeia, no decorrer do mandato de cinco anos em Bruxelas, que termina no próximo mês de Maio, recorde-se.

Como já é sabido, a vitória nas presidenciais ucranianas ditou a eleição do actor comediante Volodymyr Zebrusky por 73,2% dos votos, contra o actual Chefe de Estado, Pyotr Poroskenko que obteve apenas 25,3% de apoiantes.

Mas, a luta do eurodeputado por uma Ucrânia livre, acaba de ser reconhecida pela embaixada em Lisboa, através de uma mensagem escrita que ele recebeu.

A representação diplomática em Portugal apoia o trabalho de José Inácio Faria, em prol da “ integridade territorial “, designadamente a anexação da Crimeia por Moscovo, devolução para a qual ainda não se vislumbram datas e solução.

Entretanto, o acidente do autocarro com turistas alemães na Madeira a semana passada, que causou 29 mortes, foi motivo duma intervenção do membro eleito pelo Movimento Partido da Terra, em Estrasburgo. Para além de um minuto de silêncio cumprido pelo Parlamento Europeu, José Inácio Faria foi “ o único eurodeputado português que interveio “ após aquele momento de consternação e tristeza a que se associou o órgão deliberativo dos 28 Estados, noticia o Jornal Expresso, na edição digital de 18 do corrente.

No cumprimento da sua Agenda, José Inácio Faria parte hoje para a Turquia, onde participa a 25 de Abril, quinta – feira, na cerimónia de evocação do genocídio arménio, a convite do Movimento Social Europeu Anti – Racista (EGAM), juntamente com outras instituições turcas. O parlamentar associa-se assim, a mais uma iniciativa para “ não esquecer os crimes de extermínio “ que têm assolado alguns países, actos esses que devem ser condenados, em nome da Liberdade e da Paz.


Pub