(Lusa) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse hoje que lutará com todas as suas forças contra a moção de censura interna desencadeada por parlamentares do seu partido Conservador.

"Vou lutar contra essa votação com todas as minhas forças", disse num breve discurso em Downing Street, referindo que estava "firmemente decidida a terminar o trabalho" de aplicação do 'Brexit'.

Theresa May vai enfrentar hoje uma moção de censura interna do partido Conservador à sua liderança, anunciou hoje um membro do partido.

A votação está prevista para hoje, entre as 18:00 e as 20:00 horas, sendo os votos contados "imediatamente depois e um anúncio será feito o mais breve possível".

O presidente da Comissão, Graham Brady, Comissão 1922, que gere o processo de eleições internas do partido Conservador, confirmou por comunicado que foi atingido o número de cartas suficiente para que seja pedida a retirada da confiança à líder.

Para uma moção de censura ser ativada, tinha de ser subscrita por 48 deputados conservadores, equivalente a 15% do grupo parlamentar.

Pub
 


Pub