(Lusa) - A distrital de Lisboa da JSD lançou uma petição pública que pede ao Governo a criação de um polo residencial universitário no distrito lisboeta, de forma a dar resposta à "situação dramática" do alojamento para os estudantes do Ensino Superior.

Segundo o presidente da distrital de Lisboa da JSD, Alexandre Poço, citado em comunicado, "existem cerca de 28 mil estudantes deslocados na Área Metropolitana de Lisboa, sendo que atualmente só há camas em residências universitárias para 3 mil desses estudantes", o que significa que "cerca de 25 mil estudantes sem cama numa residência terão de enfrentar um mercado imobiliário que exige hoje, em média, 450 euros/mês por um quarto".

Assim, os sociais democratas defendem a criação de um polo residencial universitário que "permita aos estudantes continuarem a poder estudar em Lisboa, se for essa a sua vontade, não tendo de abandonar o Ensino Superior por não conseguirem suportar os atuais custos altíssimos da habitação no cidade de Lisboa, mas também nos concelhos limítrofes".

A petição pública, uma iniciativa da distrital de Lisboa da JSD, conta neste momento com 241 assinaturas.

Pub