NOTA! Luso.eu usa cookies e tecnologias similares. Se você não alterar as configurações do navegador, você concorda com isso.

Saiba mais aqui

Compreendi

Jerusalém: Papa defende manutenção do estatuto, pede "sabedoria e prudência"

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cidade do Vaticano, 06 dez (Lusa) - O papa Francisco pediu hoje respeito pelo estatuto de Jerusalém e "sabedoria e prudência", numa altura em que o Presidente dos Estados Unidos se preprara para reconhecer a cidade como capital de Israel.

"Não posso calar a minha profunda preocupação perante a situação que se criou nos últimos dias" sobre Jerusalém, declarou o papa, sem citar diretamente o anúncio de Donald Trump.

"Peço que todos se comprometam a respeitar o estatuto da cidade, em conformidade com as resoluções da ONU", sublinhou, durante a audiência semanal, perante milhares de fiéis, no Vaticano.

O papa lembrou que "Jerusalém é uma cidade única, sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos, que ali veneram locais sagrados para as suas respetivas religiões, e ela tem uma vocação especial para a paz".

"Peço a Deus que esta identidade seja preservada e reforçada, em benefício da Terra Santa, do Médio Oriente e de todo o mundo, e que prevaleçam sabedoria e prudência, para evitar acrescentar novos elementos de tensão num panorama mundial já convulsivo e marcado por tantos conflitos cruéis", reiterou.

De acordo com responsáveis da administração norte-americana, que pediram o anonimato, Trump vai reconhecer Jerusalém como a capital de Israel, num anúncio marcado para as 18:00 (hora de Lisboa).

Os Estados Unidos vão ser, caso se confirme esta decisão, o único país do mundo a reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

Pub


Últimos Tweets

Dois mortos no incêndio em cobertura de prédio na Baixa de Lisboa https://t.co/SIDH0ZWJRM
Pedrógão Grande: Presidente do Revita não teve queixas mas vai avaliar denúncias https://t.co/SQqd6oCVw0
Jovens de Caminha contribuem com três projectos para o Orçamento Participativo Jovem de Portugal https://t.co/VHsZlQoVZl
Follow Luso.be - Bélgica on Twitter