Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Detectados casos de Covid-19 no centro de dia de Vilarelho

Convide os seus amigos

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 


Portugal - O centro de dia de Vilarelho, no concelho de Caminha, foi encerrado após terem detectado 4 funcionárias com o novo corona vírus. Entretanto, já se avançou com os testes aos 20 utentes da instituição. As referidas 4 funcionárias já se encontram em casa desde a passada segunda-feira.

Esta instituição tem 18 funcionárias, sendo que três trabalham no centro de dia, e 15 prestam apoio domiciliário. Devido a que as 4 funcionárias que detectaram positivo faziam apoio domiciliário,, as autoridades de saúde determinaram o rastreio aos 45 utentes daquele serviço. A instituição diz que o serviço vai continuar a ser assegurado pelas 11 trabalhadoras que não contraíram a doença.

No entanto, este centro só reabrirá quando a autoridade de saúde considerar estarem reunidas todas as condições. Neste concelho do Alto Minho foi registada mais uma morte e 17 novos casos de infeção pelo novo coronavírus (COVID-19).

Segundo o relatório epidemiológico da Unidade Local de Saúde do Alto Minho emitido esta sexta-feira. São agora 135 casos activos neste concelho – mais sete do que no relatório anterior, emitido na passada quarta-feira. Mas há boas notícias. Foram registados mais nove casos recuperados. Caminha segue agora com 331 casos confirmados, sendo que 135 estão activos. Há 190 casos recuperados e seis óbitos registados.

Isabel Varela
Jornalista / colaboradora
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.
Textos deste autor:

RECOMENDADOS PARA SI

EU APOIO O Luso.eu

Últimos Tweets

Federação Colombiana de Futebol anuncia saída do treinador português Carlos Queiroz https://t.co/NGeQ1RfcAq
Covid-19: GNR detém 30 pessoas por eliminações ilegais de resíduos sanitários https://t.co/e79idWEeSX
TAP: Companhia prevê redução da operação entre 60% e 70% durante o inverno https://t.co/nM613dEsyX
Follow Jornal das Comunidades on Twitter