Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Covid-19: Força Aérea destaca ações com repatriados e criação de centros de acolhimento

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) - A Força Aérea divulgou hoje um documento síntese das suas atividades desde o passado dia 02 de fevereiro, no combate à covid-19, destacando-se ações de transporte de repatriados, "evacuações aeromédicas" e criação de centros de acolhimento.

No âmbito do combate à covid-19, a Força Aérea refere que, ao nível do transporte de repatriados, efetuou, logo em 02 de fevereiro, a partir de França para Portugal, um transporte de 16 portugueses e dois cidadãos brasileiros, repatriados da região de Wuhan, na China.

"Em 12 de março, um Falcon 50 efetuou o repatriamento de três portugueses a partir da Roménia" e, no que respeita a "evacuações aeromédicas, desde 02 março, foram transportados nos Açores nove pacientes suspeitos (cinco confirmados), com o recurso às aeronaves C-295M e EH-101, do destacamento aéreo na Base Aérea N.º 4 (BA4) nas Lajes", refere-se no documento.

A Força Aérea destaca depois o "transporte de cidadãos no âmbito do regime excecional de flexibilização da execução das penas e das medidas de graça no âmbito da pandemia da pandemia de covid-19".

Ao nível do apoio aéreo logístico, segundo a Força Aérea, "desde 17 de março até 01 de maio, foram efetuados 16 voos para a Madeira e Açores, transportando passageiros e mais de dez toneladas de material sanitário, hospitalar e equipamentos de proteção pessoal, para entidades civis, forças de segurança e militares".

Já no que respeita a centros de acolhimento, este ramo das Forças Armadas salienta que "foram criados dois", na Ota e na Base Aérea de Beja.

Ainda a este nível, foram "disponibilizadas 214 camas táticas de combate para dar resposta em diversos pontos do país".

Segundo a Força Aérea, foram "disponibilizadas 316 camas metálicas articuladas para dar resposta a solicitações de câmaras municipais de diversos pontos do país", além de "um pavilhão com 260 esteiras e sacos de cama ou, alternativamente, alojamento com 48 camas".

A Força Aérea acrescenta ainda que "foram disponibilizadas 96 camas para reforço de pessoal, no Hospital das Forças Armadas".

No comunicado, a Força Aérea descreve também ações que desenvolveu ao nível da montagem de tendas, uma duas das quais no Estabelecimento Prisional de Caxias, com sistema de aquecimento.

Já ao nível do transporte de material terrestre, a Força Aérea diz que efetuou "diversos transportes de material cedido por entidades em apoio ao Serviço Nacional de Saúde, com células criadas em bases aéreas, no Centro de Formação Militar e Técnica, no Depósito Geral de Material da Força Aérea e na Unidade de Apoio de Lisboa".

Estes centros "estão a ser agilizados através da articulação logística entre o Estado Maior General das Forças Armadas e a Força Aérea", lê-se no comunicado.

No mesmo documento, destacam-se igualmente ações de doação de material, salientando este ramo das Forças Armadas que produziu internamente e doou "90 Viseiras à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Sintra, 100 Viseiras ao Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca e 100 Viseiras ao Hospital das Forças Armadas".

Além do combate à covid-19, a Força Aérea sublinha que "continuam a ser desenvolvidas todas missões do dispositivo de alerta no âmbito das missões de interesse público, nomeadamente evacuações aeromédicas, transporte de órgãos para transplante, busca e salvamento, vigilância aérea e defesa aérea".

Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.

Tony Da Silva
Director : luso.eu e operador de camera na CBN News / Jornalismo
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.

Entre em contacto :  Tony da Silva Perfil: Info

Textos deste autor:

RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimos Tweets

Covid-19: Mais seis mortes e 291 novos casos nas últimas 24 horas em Portugal - DGS https://t.co/2ATPui9UEr
Educação. Formação. Competitividade https://t.co/FzewtfPKs8
Livro musical inédito em Portugal https://t.co/bKPj5dlp36
Follow Jornal das Comunidades on Twitter