Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Vírus: Organização Mundial de Saúde opõe-se a restrições de viagens

ID:N°/ Texto: 4496
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) - A Organização Mundial de Saúde (OMS) opôs-se hoje à restrição de viagens, apesar de o surto do novo coronavírus na China ser uma emergência de saúde pública internacional.

"A OMS não recomenda a restrição de viagens, as trocas comerciais e os movimentos [de pessoas] e opõe-se mesmo a todas as restrições de viagens", afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em conferência de imprensa, na sede da organização, em Genebra, Suíça.

Justificando a declaração de emergência de saúde pública internacional, hoje decidida pela organização, o diretor-geral da OMS disse que a "grande preocupação é a possibilidade de o vírus se propagar a países onde os sistemas de saúde são mais frágeis".

"Não se trata de um voto de desconfiança em relação à China", frisou Tedros Adhanom Ghebreyesus, citado pela agência noticiosa AFP.


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Últimos Tweets

Costa e Von der Leyen juntos para apresentarem planos de recuperação da UE e português https://t.co/xD86K8jBoH
Covid-19: Trabalhadores independentes e sócios-gerentes já podem pedir apoios retroativos https://t.co/TghX0Rdggl
Portugal e Países Baixos reforçam cooperação bilateral sobre hidrogénio verde https://t.co/3bXorefMvY
Follow Jornal das Comunidades on Twitter