Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Número de migrantes desaparecidos em naufrágio no Mediterrâneo sobe para 114

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

(Lusa) – O número de migrantes desaparecidos após um naufrágio a 50 milhas da costa da Líbia subiu de 20 para 114, enquanto três foram resgatados e outros três morreram, anunciou hoje a Organização Internacional das Migrações (OIM) em Itália.

Citado pela agência EFE, o porta-voz da Organização Internacional para as Migrações (OIM) em Itália, Flavio di Giacomo, disse que os três sobreviventes, que foram resgatados pela marinha italiana e transportados para a ilha de Lampedusa, em Itália, comunicaram que o barco levava 120 pessoas a bordo.

Por sua vez, a marinha italiana já tinha confirmado que, durante as operações foram avistados três corpos. Permanecem assim desaparecidos 114 migrantes.

O responsável da OIM em Itália disse ainda que, segundo os sobreviventes, entre os desaparecidos encontram-se cerca de dez mulheres, uma delas grávida, e duas crianças, sendo a maioria proveniente da Nigéria, Camarões, Gâmbia, Costa do Marfim e Sudão.

A organização não-governamental (ONG) alemã Sea Watch já havia informado o naufrágio na sexta-feira, através das suas redes sociais, denunciando que, até ao momento, não há um “programa europeu de resgate no Mediterrâneo” e que o barco da ONG espanhola Open Arms está bloqueado em Espanha pelas autoridades, enquanto o navio humanitário Sea Eye também continua à procura de um porto para a mudança de tripulação.

Pub


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Últimos Tweets

Meu querido mês de Agosto mudou em 2020 https://t.co/awMc7odPU6
Incêndios: Interior Norte e Centro e alguns concelhos algarvios em risco máximo https://t.co/fwtNPY0kHj
Incêndios: Fogo de Lindoso sem meios aéreos por causa da nebulosidade https://t.co/CtHTxX18PY
Follow Jornal das Comunidades on Twitter