(Lusa) – O negociador-chefe da União Europeia para o ‘Brexit’, Michel Barnier, garantiu hoje em Lisboa que, “se as linhas vermelhas do Reino Unido mudarem”, a UE mudará imediatamente o acordo de saída.

“As linhas vermelhas são do Reino Unido, não são nossas, e fecharam portas” na negociação do acordo de saída, disse Barnier na Assembleia da República, para defender o acordo já negociado como “o melhor possível”.

“Se o Reino Unido mexer nas linhas vermelhas, nós mexemos imediatamente, se quiser mais, estamos prontos”, assegurou.

O responsável europeu salientou que “todos os modelos [de relação] estão disponíveis”, mas frisou que “todos têm direitos e obrigações”.

“Respeitamos a vontade britânica e respeitamos as linhas vermelhas, como respeitamos o princípio do mercado único e da indivisibilidade das quatro liberdades”, afirmou.

Pub


Pub