Desemprego na zona euro recua em novembro para novo mínimo de 7,9% - Eurostat

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) - A taxa de desemprego recuou, em novembro, na zona euro para os 7,9%, o valor mais baixo desde outubro de 2008, e para os 6,7% na União Europeia (UE), divulga hoje o Eurostat.

Na zona euro, o desemprego recuou quer face aos 8,7% do mês homólogo de 2017, quer na comparação com os 8,0% de outubro, sendo a primeira baixa em cadeia desde setembro.

Na UE, a taxa de desemprego diminuiu em termos homólogos (7,3% em novembro de 2017), mas manteve-se estável pelo segundo mês consecutivo na variação em cadeia.

Em termos homólogos, a taxa de desemprego recuou em 27 Estados-membros e manteve-se estável na Estónia, tendo as diminuições mais significativas sido registadas na Croácia (de 10,0% para 7,8%), Grécia (de 20,8% para 18,6%, dados de setembro) e Espanha (de 16,5% para 14,7%).

De acordo com o gabinete estatístico da UE, entre os Estados-membros, em novembro as taxas de desemprego mais baixas foram observadas na República Checa (1,9%), Alemanha (3,3%) e Holanda (3,5%).

Os maiores números do desemprego foram apresentados pela Grécia (18,6% em setembro) e Espanha (14,7%).

Em Portugal, a taxa de desemprego fixou-se nos 6,6%, abaixo dos 8,1% homólogos, mas estável face a outubro.

   

 


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Últimos Tweets

Mar de Sonhos – a emigração nos vapores transatlânticos https://t.co/XRwkArEQcR
Quando a fraqueza nos torna mais fortes https://t.co/XVjbXlZokJ
FALECEU A FADISTA TERESA TAROUCA https://t.co/yYAgFXhdlv
Follow Jornal das Comunidades on Twitter