Jovem pugilista português morto à facada em Londres

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) – A polícia londrina anunciou hoje a detenção de dois adolescentes suspeitos do esfaqueamento até à morte de Wilham Mendes, um jovem português pugilista amador, na madrugada de sábado numa rua de Londres.

Em comunicado, a polícia afirma que, na segunda-feira, dois jovens de 15 anos foram detidos e acusados do homicídio e roubo de Mendes, de 25 anos, a residir em Tottenham desde 2015.

Os dois suspeitos vão ser presentes a tribunal na quarta-feira, no Tribunal de Westminster.

O comunicado precisa que a polícia foi chamada às 01:20 da madrugada de sábado por um esfaqueamento em Albert Place e encontrou Wilham com “múltiplas facadas”.

O jovem “foi transportado para um hospital do leste de Londres e declarado morto às 02:13”.

A família foi avisada pela polícia, segundo o comunicado.

Num artigo publicado na segunda-feira, o jornal The Guardian cita o comandante da polícia encarregado da investigação, Glen Lloyd, que diz que, apesar das detenções, a investigação continua.

“As primeiras informações recolhidas pela minha equipa estabeleceram a possibilidade de Wilham ter sido esfaqueado durante um assalto”, disse, apelando para que quaisquer testemunhas contactem a polícia.

“Por muito pequeno que seja um pormenor, por muito pouco que tenham visto, a vossa informação pode ser vital para a nossa investigação”, frisou.

“No centro da nossa investigação está a morte de um jovem inocente e promissor que foi brutalmente assassinado na rua”, acrescentou.

Pub


RECOMENDADOS PARA SI

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Últimos Tweets

Covid-19: Fábrica da Mitsubishi no Tramagal coloca os 400 trabalhadores em ‘lay-off’ https://t.co/fnuZTPafZy
Covid-19: Decreto do PR admite limitações aos despedimentos e controlo de preços https://t.co/WsNgepO0uY
Covid-19: Terceiro período nos Açores com aulas à distância https://t.co/ACp9YTwuPN
Follow Jornal das Comunidades on Twitter