(Lusa) – O condutor do camião que circulou na segunda-feira cerca de três quilómetros em contramão na Segunda Circular, em Lisboa, causando vários acidentes e dois feridos graves, ficou hoje sujeito à medida de coação de proibição de condução.

A informação foi avançada à agência Lusa por fonte policial, acrescentando que o arguido ficou ainda com Termo de Identidade e Residência, depois de presente, durante a tarde de hoje, a um juiz de instrução criminal do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa para aplicação de medidas de coação.

O homem foi detido na segunda-feira pela PSP, pelas 07:20, depois de o camião que conduzia ter entrado em contramão Segunda Circular, na zona da Alta de Lisboa, no sentido Norte-Sul (Aeroporto-Benfica), provocando vários acidentes, dois feridos graves e danos em oito viaturas, além do próprio veículo pesado que também ficou danificado.

Numa conferência de imprensa realizada na segunda-feira, o porta-voz da Direção Nacional (DN) da PSP disse desconhecer as “motivações” que levaram este condutor a circular em contramão na via mais movimentada da cidade.

Pub


Pub