HOMENAGEM À MULHER 
Pela dignidade e direitos adquiridosO Dia 8 de Março é consagrado à Mulher, numa justa homenagem e em defesa dos seus direitos, do seu estatuto, da sua dignidade. São ainda lembradas as lutas feministas ao longo dos tempos, também pela igualdade de oportunidades.

Este é um dia para recordar o passado, mas acima de tudo de mobilização para a conquista de direitos adquiridos. É também o momento de olhar o mundo e verificar que a mulher continua a ser duramente escravizada na sua honra e profunda dignidade.

Longe, mas também perto de nós, existem situações de sujeição e humilhação que nos deixam aterrorizados! O recente caso de violência doméstica ocorrido na Bélgica há dois dias, vem mostrar essa cruel realidade, que agride, esmaga e mata.

Maria da Rocha, natural de Vila Verde/Braga, deixa órfã uma filha de 9 anos! Quanto sofrimento inútil… Nada vale mais que uma vida, seja qual for o problema que possa estar em causa. A irritação, o egoísmo, o ciúme, a insolência, estão sempre na base de qualquer agressão, e/ou gesto excêntrico, que toma proporções dramáticas de todo evitáveis. Temos razões de preocupação, quando sabemos que em Portugal são assassinadas, dentro de paredes, dezenas de mulheres por ano.

A estupefacção aumenta quando as estatísticas nos indicam que em 12 anos, no país do fado e dos brandos costumes, foram exterminadas perto de 500 mulheres por via do crime ligado à violência doméstica! Os relatórios são terríveis e mostram que a mulher continua a ser objecto, algo que se usa e depois se despreza! Em tantos casos, bastava o bom senso, o respeito, a serenidade… Seriam assim evitados inconsequentes dramas que marcam pela negativa a vida e a história de um povo.

A exploração e o assédio continuam a ser uma preocupante realidade, que nos deve interpelar no sentido de combater todo o género de atentado à sublimidade que representa cada mulher! Que este dia de consagração e de afectos em relação à mulher, nos provoque o desejo de a estimar e respeitar! Que todas as mulheres se sintam acarinhadas no seu meio laboral, familiar, social.

Para os cavalheiros, vamos pensar que por trás de um bom homem, está sempre uma grande mulher! Para elas, hoje e sempre, flores e beijinhos… Paz e bem!

Pub
 

 

António Fernandes
Colaborador
Pode ler mais sobre este colaborador
Artigos deste Autor: