O município de Caminha tem por hábito realizar reuniões descentralizadas por todo o concelho aproximando-se mais dos desejos das populações e das suas preocupações. No passado dia 31 de Janeiro, a freguesia foi Argela e a novidade foi a intervenção de duas crianças que se inscreveram como qualquer outro cidadão e expuseram os assuntos que as preocupam, instando o Executivo a responder.

Assim, Leonor Quarteu pediu que o Parque Infantil seja transferido para a zona de merendas, apelou a todos para não poluírem o ambiente e manifestou o desejo que as paragens de autocarros possam ser mais coloridas. Por seu lado, Maria Quarteu solicitou a construção de uma ciclovia entre Argela e Caminha.

As intervenções das duas crianças foram bastante saudadas pelo Executivo, sendo esta a primeira vez que se inscrevem munícipes nesta faixa etária e as questões que colocaram serão avaliadas.

Por outro lado, Sandra Ranhada, presidente da Junta de Freguesia de Argela, congratolou-se com o enquadramento da freguesia no século XXI. Depois da implantação da toponímia, Argela vê agora chegar finalmente o saneamento. Trata-se de um investimento da ordem dos 1,4 milhões de euros, cujos trabalhos tiveram início na última semana.

Pub



Isabel Varela
Jornalista / colaboradora
Pode ler mais sobre este colaborador
Artigos deste Autor: