Colocámos cookies no seu computador para melhorar a sua experiência no website. Ao utilizar o site, está a concordar com o seu uso. Ler mais

Lusoproductions  has placed cookies on your computer to help improve this site. By using this site, you are consenting to its usage. Ler mais

© DR

O filme 'Estilhaços', do cineasta português José Miguel Ribeiro, recebeu hoje o prémio da imprensa para Melhor Curta-Metragem no Anima -- Festival de Cinema de Animação de Bruxelas.
Sobre a guerra colonial e os efeitos do stress pós-traumático em contexto familiar, o filme foi o único português selecionado para a competição internacional do festival belga, que hoje terminou com o anúncio dos premiados.

Combinando imagem real, desenho animado e 'stop-motion', uma mistura justificada pela narrativa, "Estilhaços" centra-se na relação entre um pai e um filho.

Entre ficção e documentário, o filme cruza duas perspetivas sobre a guerra: a do pai, que a viveu, e a do filho, que cresceu a construir uma memória da guerra a partir dos relatos do progenitor.

Estreado no verão de 2016 no Festival de Locarno, o filme de animação de José Miguel Ribeiro foi também premiado em Portugal -- no Cinanima e nos Caminhos do Cinema Português -- e no Festival Internacional de Clermont-Ferrand, um dos mais importantes dedicados à curta-metragem, na categoria de Melhor Documentário.

Conecte-se

Se deseja inscrever-se na nossa newsletter, Digite seu endereço de e-mail.