Wet Bed Gang de Portugal encerra a 35ª edição do Festival Internacional de Música da Baía das Gatas

ID:N°/ Artigo: 4556

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Cabo Verde: Wet Bed Gang de Portugal encerra a 35ª edição do Festival Internacional de Música da Baía das Gatas, em São Vicente.

No último dia do Festival Internacional de Música da Baía das Gatas, a banda portuguesa Wet Bed Gang foi o último a atuar no palco do certame que aconteceu na ilha de São Vicente, nos dias 9, 10 e 11 de agosto.

A noite contou ainda com Yasmine, Lonny Johnson e Ricky Man de Cabo Verde e o seu convidado especial Djodje.

A edição deste ano que homenageou os mindelenses - a população de São Vicente - contou igualmente com artistas como Vasco Martins e o filho Vamar Martins, Grace Évora, Beto Dias, Suzana Lubrano, Ceuzany, Cremilde Medina, Djocy Santos e o grupo de Rap de São Vicente, Skillz Muviment.

No palco da Baía atuaram ainda artistas e bandas estrangeiros como Tabanka Djaz de Guiné-Bissau, Ky-Mani Marley de Jamaica, Ludmila do Brasil, Deejay Telio de Angola e Davido de Nigéria.

Baía das Gatas local de confluência de são-vicentinos, ilhas, diáspora (emigrantes) e turistas de vários quadrantes, é nos três dias de agosto de cada ano, o ponto de convívio à beira-mar, num festival onde os festivaleiros deram mais uma vez prova do bom conviver vibrando com os artistas presentes na edição 2019, que agora termina sendo que os artistas participantes, com saudades vão dizendo até já Baía das Gatas.

Maria do Carmo
Jornalista / colaboradora com carteira nº 014/2016 e carteira da FIJ - nº CV368
Pode ler mais sobre este colaborador
Artigos deste Autor:

RECOMENDADOS PARA SI

Últimos Tweets

Amazónia: Macron acusa Bolsonaro de mentir e diz-se contra o acordo UE-Mercosul https://t.co/pG3CBaXmRt
PSP convencida de “policiamento de sucesso” em Benfica-FC Porto de risco elevado https://t.co/NCqs4FgWrc
Amazónia: Bruxelas está “profundamente preocupada” e apoia debate pedido por Macron https://t.co/xLU3RY97Uj
Follow Jornal das Comunidades on Twitter