Marcelo faz aterragem inédita à chegada à ilha do Príncipe

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) - O Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, protagonizou hoje um momento inédito, quando o avião em que viajava foi o primeiro a aterrar de noite no aeroporto na ilha do Príncipe.

O avião da Força Aérea Portuguesa aterrou no aeroporto da ilha do Príncipe às 18:35 (19:35 em Lisboa), quando já era de noite, tendo Marcelo Rebelo de Sousa sido recebido pelo seu homólogo são-tomense, Evaristo Carvalho, pelo primeiro-ministro são-tomense, Jorge Bom Jesus, e pelo presidente do Governo Regional do Príncipe, José Cardoso Cassandra.

"Significa uma homenagem num momento que é um momento universal, 100 anos depois da primeira confirmação de uma tese que revolucionou a ciência e a vida do mundo", disse o chefe de Estado português, referindo-se às celebrações dos 100 anos - que se assinalam esta quarta-feira - da comprovação da Teoria da Relatividade Geral de Albert Einstein, que foi possível validar através de um eclipse solar total na ilha do Príncipe e na cidade brasileira do Sobral, Ceará.

Marcelo Rebelo de Sousa adiantou que esta visita é também "uma homenagem naturalmente ao Príncipe e ao povo irmão e ao país irmão de São Tomé e Príncipe, mostrando que Portugal nestes momentos está sempre presente".

Portugal "até consegue - parece impossível - uma aterragem nunca vista, à noite, em condições, penso, que inéditas aqui no Príncipe", acrescentou.

Esta deslocação à região autónoma do Príncipe "é uma promessa que foi feita e que foi cumprida".

"Disse ao Presidente Evaristo, eu prometi, eu cumpro e aqui estou a cumprir em nome de todos os portugueses”, declarou.

Ao seu lado, o chefe de Estado são-tomense acrescentou: "Uma promessa feita na visita oficial" de Marcelo Rebelo de Sousa a São Tomé e Príncipe, que decorreu em fevereiro de 2018.

No exterior do edifício do aeroporto, o Presidente português cumprimentou alguns cidadãos são-tomenses que esperavam para o cumprimentar.

Dirigindo-se a um grupo de jovens, Marcelo Rebelo de Sousa perguntou se sabiam o significado da data que se assinala esta quarta-feira, explicando que, no dia 29 de maio de 1919, "aqui no Príncipe, percebeu-se que era verdade" a teoria desenvolvida pelo físico alemão Einstein quatro anos antes.

"O tempo e o espaço são realidades relativas, não absolutas", comentou.

Também a aguardá-lo estava um grupo de pouco mais de uma dezena de portugueses que vivem na ilha do Príncipe, que o Presidente cumprimentou e com quem tirou ‘selfies'.

Esta noite, o Presidente tem previsto um encontro com Evaristo Carvalho, seguindo-se uma receção oficial com membros da comunidade portuguesa residente no Príncipe.

Mais tarde, participará numa observação das estrelas, na baía de Santo António, capital da ilha, uma das iniciativas no âmbito das celebrações dos 100 anos da comprovação da Teoria da Relatividade Geral.


RECOMENDADOS PARA SI

Últimos Tweets

Comunicado - Candidatos do Partido Socialista em Bruxelas https://t.co/atitduTwYg
Victor Alves Gomes sou Candidato pelo PSD https://t.co/zRkzCg22Xd
SARRABULHO E BACALHAU DE CEBOLADA JUNTA EMIGRANTES EM PARIS https://t.co/wzD9URqAvw
Follow Jornal das Comunidades on Twitter