quarta-feira, 08 fevereiro 2023

A lama dos dias

Fev. 02, 2023 Hits:280 Crónicas

DIGNIFICAR A AUTORIDADE

Fev. 01, 2023 Hits:130 Crónicas

Homoousios

Jan. 31, 2023 Hits:161 Crónicas

O Escorpião Marcelo

Jan. 31, 2023 Hits:108 Opinião

Insuspeito assassino

Jan. 27, 2023 Hits:207 Crónicas

Isto não é um país É …

Jan. 20, 2023 Hits:489 Opinião

A Importância da Educaç…

Jan. 19, 2023 Hits:1882 Crónicas

Epistocracia - O óptimo …

Jan. 15, 2023 Hits:1023 Opinião

No Palácio do Raio

Jan. 15, 2023 Hits:440 Apontamentos

Ponte de Lima, vila (Mais antiga que Portugal) assinala 897 anos





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


A vila de Ponte de Lima assinala esta sexta-feira, 4 de Março os seus 897 anos de existência, isto é, de atribuição do Foral por D. Teresa, naquele dia do remotíssimo ano de 1125.

Esquecida no tempo, sem qualquer evocação desde sempre de acordo com notícias no seu arquivo e particulares, para além da imprensa local surgida em 1865 com O Lethes, a fundação do burgo teresiano apenas começou a ser assinalado há aproximadamente três dezenas de anos!

A iniciativa de recordar o feito da primeira Raínha de Portugal, ficou a dever-se a um grupo de estudantes da Universidade Fernando Pessoa, no qual se integrava o modesto signatário, sob orientação da docente Odete Almeida, recordemos.

Ponte de Lima, com atribuição da Carta régia, passou a ter regulamento administrativo  com seus deveres e privilégios. O pequeno concelho correspondia em parte á actual freguesia de Arca e Ponte de Lima, pois nos limites descriptos no Foral, eles desciam a “Portela de Arca … e daí ao Lima”. À mãe do nosso primeiro rei, devemos então a existência da nossa identidade, depois de cerca dum milénio de romanos entre nós, que nos legaram acessibilidades, a ponte, castros e outros testemunhos de ocupação do espaço.

Integramos assim, nós, Limianos, Limarenses, Pontelimenses, ou Pontedolimenses, os primeiros municípios portucalenses, numa Lista ainda hoje motivo de discussões e propostas de seriação.

Com Ponte de Lima organizada a partir daquele ano de 1125, o então novo município minhoto, associava-se deste modo a outros, anteriormente fundados também pelos alvores da Nacionalidade. Referimo – nos às Cartas de Foral outorgadas para Soure (Coimbra) no ano de 1111; Aguiar da Beira (Guarda) em 1120; Sernancelhe (Viseu) em 1124, e decerto a mais longínquo de todas, a duriense da vila de S. João da Pesqueira pelos tempos idos de 1055 – 1065, por Fernando Magno, Rei de Leão e Conde de Castela….

E, curioso não deixa de ser também a capicua que registamos na celebração dos 897 anos do concelho: também o número corresponde ás 897 concertinas que deram entrada de Ponte de Lima no Record do Guiness, por ocasião das Feiras Novas de 2017…

Integramos assim, Ponte de Lima uma (Vila mais antiga que Portugal), pois a nossa independência apenas ocorreria em 1143, quando Ponte de Lima já era adolescente…

A data será mais uma vez solenemente comemorada, com o seguinte Programa:


Luso.eu - Jornal das comunidades
Tito Morais
Author: Tito MoraisEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 726  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?