sexta-feira, 02 dezembro 2022

Dá-se com as duas mãos

Nov. 29, 2022 Hits:913 Crónicas

DEPOIS DO EUROMILHÕES

Nov. 27, 2022 Hits:762 Crónicas

PORTUGAL É RONALDO E RON…

Nov. 24, 2022 Hits:285 Opinião

Crónica triste para um d…

Nov. 20, 2022 Hits:161 Opinião

Em Ocasiões Especiais

Nov. 20, 2022 Hits:537 Crónicas

Os sonhos adiados

Nov. 19, 2022 Hits:225 Crónicas

IXELLES – UMA VILA DESO…

Nov. 15, 2022 Hits:278 Opinião

CRIANÇA PRESA NO PENICO

Nov. 13, 2022 Hits:481 Crónicas

Duas tardes em Coja

Nov. 13, 2022 Hits:825 Apontamentos

Esta vida de hipster

Nov. 08, 2022 Hits:151 Crónicas

Ladroagem Eleitoral

Nov. 06, 2022 Hits:358 Opinião

Covid-19: Marcelo vai condecorar SNS com a mais importante Ordem Honorífica nacional





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai condecorar o Serviço Nacional de Saúde (SNS) na quarta-feira com a mais elevada Ordem Honorífica nacional devido aos atos e serviços prestados, em particular durante a pandemia de covid-19.

De acordo com o sítio oficial da Presidência da República, esta condecoração do SNS como Membro Honorário da antiga Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito vai acontecer na quarta-feira, dia em que se assinala o segundo aniversário do primeiro caso de covid-19 registado em Portugal.

Marcelo Rebelo de Sousa destaca os “atos e serviços excecionais prestados, em particular durante a pandemia a Portugal, aos portugueses e a outros cidadãos” pelo SNS e a “abnegação e sacrifício” dos seus profissionais de saúde.

A covid-19 matou em dois anos mais de 21 mil pessoas em Portugal, infetou mais de três milhões, e levou a 35 milhões de testes, e à administração de 22 milhões de vacinas em quase nove milhões de portugueses.

Em dois anos, Portugal teve vários dias sem registar mortes devido à doença provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 mas também chegou a ter 300 óbitos num só dia.

Com mais ou menos infeções ou mortes, Portugal atravessou cinco vagas de pandemia e nunca mais teve, nos últimos dois anos, um único dia sem infeções pelo novo coronavírus.

A covid-19 provocou pelo menos 5.952.685 mortos em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Author: Tony Da SilvaEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1303  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?