Caminha COVID-19: Casos sobem e PSD desiludido com o executivo



Mais 12 novos casos de infecção pelo novo coronavírus, segundo um relatório epidemiológico da Unidade Local de Saúde do Alto Minho. Contas feitas, este concelho segue com 211 casos confirmados, dos quais 83 estão activos . Há 124 casos recuperados e quatro óbitos registados.

Recentemente, os vereadores do PSD de Caminha em reunião camarária colocaram em cima da mesa propostas e mostraram estar “desiludidos com o facto do Município de Caminha não ter trazido nenhuma medida concreta que visasse realmente a colmatação dos sérios problemas que estão a ser sentidos na comunidade”.

Em nota emitida, estes vereadores sublinham a importância da “aquisição , por parte do Município, e distribuição de pulseiras de teleassistência aos idosos que vivem em situação de isolamento” e, ainda, a “criação lugares de confinamento para quarentena profilática para cidadãos idosos com autonomia, quando habitem com outro idoso no mesmo espaço”.

Na área da economia destacam a importância de se “comparticipar na totalidade as tarifas da água e saneamento e a isenção da tarifa de resíduos sólidos, durante o próximo semestre, a todas as pequenas empresas do concelho de Caminha, por forma a permitir-lhes liquidez financeira; de cheque oferta para cidadãos residentes no concelho como 1ª habitação, através da devolução de uma parte do IMI, cujo montante só pode ser usado no comércio local pelo prazo de três meses”. A distribuição de máscaras e desinfetantes pelas instituições do Concelho de Caminha é também proposta.

“Com estas medidas, o PSD acredita que poderá haver um forte estímulo na economia local e na mitigação de problemas relacionados com esta pandemia mundial”, frisaram no seu comunicado os vereadores. Recordar que Caminha entrou à meia noite desta quarta-feira em Risco Elevado de contágio do novo coronavírus e faz parte de uma lista de 121 concelhos nesta situação que, nas próximas semanas, vão estar sujeitos a medidas impostas pelo Governo, como seja: dever cívico de recolhimento domiciliário; eventos e celebrações limitados a 5 pessoas, salvo se do mesmo agregado familiar; teletrabalho obrigatório estabelecimentos comerciais deverão encerrar até às 22h00 e os restaurantes Encerramento até às 22h30.


Adicionar o seu comentário aqui!