Faça login na sua conta

Usuário *
Senha *
Lembre de mim

Crie a sua conta aqui!

Os campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Verifique a senha *
Email *
Verificar e-mail *
Captcha *
Reload Captcha
segunda-feira, 29 novembro 2021

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário

“Aqui não entram, aqui não furam”, garante movimento SOS Serra d’ Arga



O luso.eu Jornal das comunidades é gratuito mas quero ajudar!

O movimento cívico SOS Serra de Arga aprovou uma resolução que vai ser enviada ao governo e exige que todas as empresas retirem os pedidos de prospecção que tenham para a referida serra.

“Exigimos de uma vez por todas que o Governo retire a Serra d’ Arga desse programa mineiro altamente destrutivo. “Exigimos a todas as empresas mineiras que retirem os seus pedidos de prospecção e exploração. A nossa posição é final e não vamos ceder nem um milímetro: aqui não entram. Aqui não furam. Minas aqui nunca mais”, refere o documento aprovado.

A resolução resulta de uma reunião promovida pelo movimento SOS Serra d'Arga com 15 “autarcas e representantes dos conselhos directivos dos baldios de freguesias directamente afectadas por três pedidos de concessão de exploração de lítio” nos concelhos de Caminha, Vila Nova de Cerveira, Paredes de Coura e Ponte de Lima.

O movimento cívico SOS Serra d’ Arga repudia qualquer atentado contra o seu património natural e cultural, únicos e insubstituíveis, e não permitir qualquer tipo de exploração mineira que ponha em risco a saúde, o modo de vida e bem-estar das comunidades locais. “O senhor ministro do Ambiente e senhor secretário de Estado da Energia teimam em manter o nosso território na rota da mineração, mas vamos repetir as vezes que forem necessárias, nunca aceitaremos”, sublinha o movimento.
Segundo o movimento SOS Serra d'Arga, os pedidos foram apresentados pela empresa José Aldeia Lagoa e Filhos, S.A à direcção-Geral de Energia e Geologia Em causa está o projecto LEDO, “que afecta território das freguesias de Covas, em Vila Nova de Cerveira, e São Martinho de Coura, em Paredes de Coura”.

Um segundo pedido, designado ALDEIA, abrange a União Freguesias de Arga, freguesias de Argela e Dem e União de Freguesias de Venade e Azevedo, no concelho de Caminha.

Por último, o pedido VILARINHO, “que afecta territórios da União de Freguesias de Arga, Freguesia de Covas, em Vila Nova de Cerveira e União de Freguesias de Cabração e Moreira do Lima, em Ponte de Lima.

Recordar que a Serra d’ Arga abrange uma área de 10 mil hectares dos quais 4280 hectares se encontram classificados como Sítio de Importância Comunitária nos concelhos de Caminha, Vila Nova de Cerveira, Viana do Castelo e Ponte de Lima. Actualmente esta serra está em fase de classificação como Área de Paisagem Protegida de Interesse Regional, numa iniciativa conjunta daqueles quatro concelhos.


Adicionar o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

TEMOS NO SITE

Temos 374 visitantes e 0 membros em linha

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

News Fotografia