quarta-feira, 06 julho 2022

PRECEITO E ENCARGO

Jul. 04, 2022 Hits:54 Crónicas

Imigrantes

Jul. 03, 2022 Hits:163 Crónicas

Obrigado alfarrabista do …

Jul. 01, 2022 Hits:301 Opinião

A CULPA FOI DO PEDRO

Jun. 29, 2022 Hits:256 Crónicas

Devo deixar a porta abert…

Jun. 28, 2022 Hits:139 Opinião

Não frustrar expetativas

Jun. 28, 2022 Hits:105 Opinião

Dinamite

Jun. 21, 2022 Hits:84 Opinião

UM NOVO DEUS (Crónica)

Jun. 21, 2022 Hits:255 Crónicas

A cidade desperta

Jun. 15, 2022 Hits:335 Crónicas

Agitação marítima coloca a descoberto dezenas de sacas de areia em praia de Óbidos





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


A Agência Portuguesa do Ambiente vai repor areia na Praia do Bom Sucesso, em Óbidos, onde a agitação marítima pôs a descoberto as sacas de areia que há duas décadas protegem dunas e casas da erosão.

A concentração de sacas de areia ao longo de uma vasta área de areal, na praia do Bom Sucesso, no concelho de Óbidos, distrito de Leiria, tem sido questionada por veraneantes que temem “o perigo de contaminação”.

Contudo, questionada pela Lusa, a Agência Portuguesa do Ambiente assegurou não existir “qualquer risco de contaminação da água ou areias”.

As sacas de areia foram colocadas pela APA há mais de duas décadas para travar a erosão de uma duna e proteger um conjunto de moradias que se encontravam em risco devido à proximidade do mar.

As sacas de areia que ao longo dos anos tiveram períodos em que se encontravam complemente cobertas pela água e outros em que ficavam visíveis, estão desde há algum tempo a descoberto e, segundo os populares, evidenciando algum estado de degradação.

Em resposta à agência Lusa a APA esclareceu que devido “à agitação marítima e à hidrodinâmica da lagoa, a duna da praia do Bom Sucesso tem vindo a sofrer nos últimos meses um processo de erosão que colocou parcialmente a descoberto os sacos de areia que protegem a base da duna, tendo-se verificado recentemente que alguns estão rasgados na sua parte superior”.

Porém, a APA assegurou que “o material dos sacos não é suscetível de provocar contaminação da água ou areia” e que as análises de qualidade da água “realizadas regularmente na lagoa, incluindo na zona inferior, não registam qualquer contaminação”.

O organismo responsável pelas intervenções no litoral português afirmou ainda que “irá promover a cobertura com areia dos sacos a médio prazo” e que vai manter a monitorização daquela zona, não deixando de intervir “de forma célere se se vier a justificar”.

A situação que afeta cerca de 200 metros de areal, na praia do Bom Sucesso, já tinha sido comunicada pela Câmara de Óbidos à APA e, segundo o presidente, Filipe Daniel, “foi pedido à comissão de acompanhamento das dragagens [da lagoa de Óbidos] que seja estudada a possibilidade de alargar as dragagens na parte inferior da Lagoa e usar a areia retirada para tapar as sacas de areia”.

A colocação das sacas de areia na praia do Bom Sucesso aconteceu pela primeira vez em 1998 (3.000 sacas), tendo sido repetida em 2000 (mais 2.500) e em 2001 (mais 2.120).

A medida foi aplicada pela APA como “uma intervenção de emergência” defendida na altura pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) e que, ao longo dos anos, foi ciclicamente contestada pela população.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 972 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?