segunda-feira, 08 agosto 2022

Consequências do Dever

Ago. 08, 2022 Hits:31 Crónicas

A Sombra e as Árvores

Ago. 07, 2022 Hits:164 Crónicas

Pai rico, Pai pobre

Ago. 04, 2022 Hits:178 Crónicas

DA LEITURA

Ago. 02, 2022 Hits:56 Crónicas

Enquanto o pau vai e vem

Jul. 31, 2022 Hits:77 Crónicas

É PROIBIDO NASCER EM AGO…

Jul. 29, 2022 Hits:651 Opinião

As “CONTAS CERTAS” de…

Jul. 25, 2022 Hits:708 Opinião

Espanto e Vergonha

Jul. 17, 2022 Hits:99 Crónicas

A falta que o mar me faz

Jul. 12, 2022 Hits:704 Crónicas

EM SANFINS DE FERREIRA

Jul. 11, 2022 Hits:205 Crónicas

AFINAL, PONTE DE LIMA AUTORIZA FEIRAS E MERCADOS!





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Afinal, o Despacho número 50/ 2020 do Presidente da Câmara de Ponte de Lima, anteontem assinado cancelando as feiras quinzenais e mercados no concelho até 15 do corrente foi revogado, ou melhor, anulado!

É que, a proibição definida pelo autarca Víctor Mendes resultou duma decisão inicial do Governo, (a qual foi posteriormente alterada), delegando nos municípios a autorização ou suspensão das feiras quinzenais.

No seguimento da comunicação emanada por Lisboa, reuniu ontem terça – feira, 3 do corrente, a CIM (Comunidade Intermunicipal). No encontro foi deliberado por unanimidade, “manter as feiras e mercados”, referiu fonte ligada ao processo.

Assim, no próximo Domingo 8 de Novembro, regressa a Feira de Antiguidades e Velharias na popular avenida dos plátanos (5 de Outubro), e no dia seguinte, Segunda,   a feira quinzenal também na vila de Ponte de Lima;  e, nos restantes dias agendados, a de Artesanato, os feirões ou mercados, e ocupação da via pública com tendas ou outros equipamento de suporte dos materiais para venda (vestuário, farturas, queijos e enchidos, em determinados dias do fim de semana.

Entretanto, a Associação de Feiras e Mercados da Região Norte – AFMRN – alertou para a grave situação que os seus associados atravessam, colocando os 80 mil pequenos e médicos comerciantes “a ficar sem fonte de subsistência “. A entidade representativa do sector feirante, reforça ainda que foram colocados dispensadores de álcool gel nas entradas e saídas dos espaços, bem como nas bancas dos seus oito mil associados, cumprindo assim medidas estipuladas pela Direcção Geral de Saúde e o Governo.

PONTE DE LIMA PROÍBE FEIRAS E MERCADOS

 

Luso.eu - Jornal das comunidades
Tito Morais
Author: Tito MoraisEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1700 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?