quinta-feira, 23 março 2023

SANFINS DE FERREIRA, HOJE

Mar. 20, 2023 Hits:326 Crónicas

A morte de Sara Carreira …

Mar. 17, 2023 Hits:225 Opinião

Do verão quente de 1975 …

Mar. 14, 2023 Hits:154 Opinião

Por terras de Penacova

Mar. 14, 2023 Hits:566 Apontamentos

O que é um socialista ?

Mar. 13, 2023 Hits:404 Opinião

A GUERRA ATÉ AO FIM!

Mar. 07, 2023 Hits:365 Opinião

É Nisa, é nosso

Mar. 06, 2023 Hits:1012 Apontamentos

Em quatro piscas, a olhar…

Mar. 05, 2023 Hits:519 Opinião

Os prós e contras dos ca…

Mar. 04, 2023 Hits:1600 Opinião

Ucrânia: Presidente ucraniano dirigiu-se aos líderes da UE por videoconferência





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, dirigiu-se por videoconferência aos chefes de Estado e de Governo da União Europeia, reunidos em Bruxelas para discutir a reação à ofensiva militar lançada pela Rússia na Ucrânia, revelou o presidente do Conselho Europeu.

“O Presidente Zelensky dirigiu-se esta noite aos membros do Conselho Europeu. Louvamos a determinação e a coragem do povo de Ucrânia. A UE está unida na sua solidariedade com a Ucrânia”, escreveu Charles Michel na sua conta na rede social twitter.

A publicação é acompanhada de três fotos nas quais se vê os chefes de Estado e de Governo da UE na principal sala de reuniões do Conselho Europeu e imagens nos ecrãs de Zelensky, de ‘t-shirt’, a dirigir-se aos líderes.

O Presidente ucraniano já pedira hoje aos líderes mundiais que deem ajuda à defesa da Ucrânia e protejam o espaço aéreo dos ataques russos, sublinhando que a Rússia “desencadeou uma guerra com a Ucrânia e com o mundo democrático”.

Reunidos num Conselho Europeu convocado de urgência, os líderes dos 27 já adotaram conclusões, nas quais apelam à Comissão Europeia para avançar com “medidas de contingência” sobre fornecimento energético da Rússia, e com “rápida preparação de novo pacote de sanções” que abranjam também a Bielorrússia, por permitir a invasão russa da Ucrânia.

“O Conselho Europeu apela à prossecução do trabalho de preparação e prontidão a todos os níveis e convida a Comissão, em particular, a apresentar medidas de contingência, nomeadamente na energia”, dada a dependência europeia do gás da Rússia, referem as conclusões da cimeira de líderes sobre a invasão russa da Ucrânia.

De acordo com o documento, os chefes de Governo e de Estado da União Europeia (UE) pedem ainda uma “rápida preparação e adoção de um novo pacote de sanções individuais e económicas que abrangerá igualmente a Bielorrússia”, porque, segundo os 27, houve “envolvimento” de Minsk “nesta agressão contra a Ucrânia”.

As sanções hoje acordadas pelos líderes serão formalmente adotadas na sexta-feira, num Conselho extraordinário de ministros dos Negócios Estrangeiros, em Bruxelas.

A Rússia lançou hoje de madrugada uma ofensiva militar em território da Ucrânia, com forças terrestres e bombardeamento de alvos em várias cidades, que já provocou pelo menos meia centena de mortos, 10 dos quais civis, em território ucraniano, segundo Kiev.

O Presidente russo, Vladimir Putin, disse que a "operação militar especial" na Ucrânia visa "desmilitarizar e desnazificar" o seu vizinho e que era a única maneira de o país se defender, precisando o Kremlin que a ofensiva durará o tempo necessário, dependendo dos seus "resultados" e "relevância".

O ataque foi de imediato condenado pela generalidade da comunidade internacional e motivou reuniões de emergência de vários governos, incluindo o português, e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), União Europeia (UE) e Conselho de Segurança da ONU.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!



Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 711  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

Top News Embaixada

A SUA PUBLICIDADE AQUI?