quinta-feira, 28 setembro 2023

Na Guarda

Set. 26, 2023 Hits:823 Apontamentos

Dignificar os Funcionári…

Set. 25, 2023 Hits:310 Opinião

Pateira de Fermentelos

Set. 25, 2023 Hits:533 Crónicas

DA REPÚBLICA AO VISCONDE

Set. 22, 2023 Hits:187 Crónicas

Portugal, país de imigra…

Set. 19, 2023 Hits:251 Crónicas

AINDA E SEMPRE A EMIGRAÇ…

Set. 19, 2023 Hits:271 Crónicas

O PUDOR HIPÓCRITA - O Ca…

Set. 19, 2023 Hits:242 Crónicas

No concelho de Sátão

Set. 18, 2023 Hits:424 Apontamentos

Contra os moralistas marc…

Set. 18, 2023 Hits:161 Opinião

Triste Fado

Set. 17, 2023 Hits:198 Opinião

DIREITOS SUBJETIVOS NA LI…

Set. 17, 2023 Hits:148 Crónicas

JORNADAS DO PATRIMÓNIO E…

Set. 16, 2023 Hits:141 Crónicas

Elogio da Ignorância

Set. 11, 2023 Hits:787 Opinião

OS JOVENS SÃO A GERAÇÃ…

Set. 07, 2023 Hits:209 Opinião

Ucrânia: Incidente na Polónia causado por míssil ucraniano mas culpa não é de Kiev - NATO





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor!

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), Jens Stoltenberg, disse hoje que a explosão que matou duas pessoas na Polónia “foi provavelmente causada” por um míssil ucraniano, mas ressalvou que “não é culpa da Ucrânia”.

“A nossa análise preliminar sugere que o incidente foi provavelmente causado por um míssil de defesa aérea ucraniano disparado para defender o território ucraniano contra ataques de mísseis de cruzeiro russos, mas deixem-me ser claro, isto não é culpa da Ucrânia”, afirmou Jens Stoltenberg.

Falando em conferência de imprensa em Bruxelas após ter presidido a uma reunião do Conselho do Atlântico Norte para discutir a explosão de terça-feira na Polónia, perto da fronteira com a Ucrânia, o líder da Aliança Atlântica vincou: “A Rússia tem a responsabilidade última, uma vez que continua a sua guerra ilegal contra a Ucrânia”.

De acordo com Jens Stoltenberg, “está em curso uma investigação sobre este incidente”, mas até ao momento não há “qualquer indicação de que este tenha sido o resultado de um ataque deliberado”.

“E não temos qualquer indicação de que a Rússia esteja a preparar ações militares ofensivas contra a NATO”, concluiu o secretário-geral da organização.

O Presidente polaco, Andrzej Duda, admitiu hoje que o míssil que matou duas pessoas na Polónia, na terça-feira, “tenha sido lançado pela Ucrânia”, mas disse que nada indica que tenha sido um “ataque intencional”.

Duda declarou que a Polónia não vai invocar o artigo da NATO que prevê consultas entre aliados sempre que esteja ameaçada a "integridade territorial, a independência política ou a segurança" de qualquer dos Estados-membros da Aliança Atlântica.

A Polónia convocou uma reunião de emergência com os seus aliados da NATO depois de ter anunciado que um “projétil de fabrico russo” tinha caído na localidade de Przewodów, que faz fronteira com a Ucrânia, na terça-feira, matando duas pessoas.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos



Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades
Partilhe o nosso conteúdo!

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

A nossa newsletter

Jornal das Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 851  pessoas que estão a ver esta página no momento, e 0 membros em linha

Top News Embaixada