sexta-feira, 19 agosto 2022

Férias em Portugal

Ago. 19, 2022 Hits:19 Opinião

(ENGIE)nharia jurídica

Ago. 13, 2022 Hits:69 Opinião

O REI DOS CATALISADORES (…

Ago. 09, 2022 Hits:140 Opinião

A IGREJA QUE NÃO ACREDIT…

Ago. 08, 2022 Hits:432 Opinião

Consequências do Dever

Ago. 08, 2022 Hits:161 Crónicas

A Sombra e as Árvores

Ago. 07, 2022 Hits:296 Crónicas

Pai rico, Pai pobre

Ago. 04, 2022 Hits:248 Crónicas

DA LEITURA

Ago. 02, 2022 Hits:105 Crónicas

Enquanto o pau vai e vem

Jul. 31, 2022 Hits:110 Crónicas

Covid-19: Bélgica passa barreira das sete mil mortes





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


(Lusa) - A Bélgica ultrapassou nas últimas 24 horas as sete mil mortes por covid-19 desde o início da pandemia no país, em fevereiro, segundo dados oficiais hoje divulgados.

Com mais 178 mortes registadas nas últimas 24 horas, um abrandamento face às 241 de sábado, a Bélgica totaliza agora 7.094 mortes por covid-19.

O número de novos casos diminuiu para os 809 (1.032 no sábado), para um total de 46.134.

De acordo com o boletim epidemiológico de hoje, nas últimas 24 horas foram internadas 204 pessoas (217 no sábado), num total de 14.639, e 368 tiveram alta (295 na véspera), o que perfaz 10.785 desde 15 de março.

O primeiro caso da pandemia covid-19 na Bélgica foi identificado em 04 de fevereiro, mas só começaram a ser recolhidos dados em todos os hospitais em 15 de março.

As mortes em lares e casas de repouso só começaram a ser incluídas na contagem diária em 10 de abril e incluem casos confirmados e suspeitos de infeção pelo coronavírus.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 200 mil mortos e infetou mais de 2,8 milhões de pessoas em 193 países e territórios. 

Perto de 800 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 880 pessoas das 23.392 confirmadas como infetadas, e há 1.277 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Face a uma diminuição de novos doentes em cuidados intensivos e de contágios, alguns países começaram, entretanto, a desenvolver planos de redução do confinamento e em alguns casos, como Dinamarca, Áustria, Espanha ou Alemanha, a aliviar algumas das medidas.

A Bélgica vai iniciar em 04 de maio um processo gradual de desconfinamento, sete semanas depois da implementação das restrições para fazer face à covid-19, que prevê a utilização obrigatória de máscaras de proteção pelo menos nos transportes públicos.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 698 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?