A polícia pode entrar em casas para realizar um controle?





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


Na passada quarta-feira, durante a  conferência de imprensa do Conselho de Segurança Nacional, a primeira-ministra Sophie Wilmès autorizou, com alguns limites, visitas a familiares a partir de hoje, dia 10 de maio. 

Mas será o limite de quatro pessoas realmente realista? Como poderá a polícia controlar?

A partir de hoje, o cidadão poderá acolher em casa quatro pessoas, desde que sejam sempre as mesmas e que se respeitem as medidas de distanciamento social. 

Mas é esse valor, quatro, que é abordado, em "Não é todo dia domingo", de Bertrand Caroy, inspetor da polícia e chefe do serviço de trânsito da polícia do Boraine, que recorda  algumas regras básicas, tais como:

Será aplicada uma multa de 250 euros, "se formos a uma casa onde há 6 pessoas, as 6 pessoas serão multadas! Serão 250 euros para cada um. Não iremos verificar quem chegou por último, a pessoa que excedeu o número de quatro, teria liberdade para deixar o local. Se ficou, foi porque aceitou o risco de ser controlada e verbalizada."

Posto isto, "se todos seguirem as regras, poderá funcionar".

A polícia pode entrar em casas para realizar um controle?

"Claro!", Disse Bertrand Caroy, que apelou ao bom senso de todos. "É uma bolha de oxigénio, vamos respeitar esse valor, não vamos brincar com autoridade ou com as regras. Aceitamos quatro pessoas, se todos trabalharem na mesma direção e respeitarem essas regras, poderá funcionar. E, quando as pessoas não entenderem, será aí que a polícia entra!

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!