Colocámos cookies no seu computador para melhorar a sua experiência no website. Ao utilizar o site, está a concordar com o seu uso. Ler mais

Lusoproductions  has placed cookies on your computer to help improve this site. By using this site, you are consenting to its usage. Ler mais

O Benfica tem no domingo um teste à sua liderança da I Liga portuguesa de futebol, na visita a um Sporting de Braga em crise, na 22.ª jornada, na qual o FC Porto recebe o lanterna-vermelha Tondela.
Cinco dias depois da vitória sobre o Borussia de Dortmund (1-0), na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, os encarnados jogam em Braga, naquela que é uma das mais difíceis deslocações que têm até ao final do campeonato.

Com Jonas em dúvida, depois de ter falhado a receção aos alemães, o Benfica, com um ponto de avanço sobre o FC Porto e sem sofrer golos há quatro jogos, visita um terreno onde venceu em três das quatro últimas temporadas.
Apesar de estar na quarta posição, a três pontos do Sporting, que ocupa o lugar de acesso ao ‘play-off’ da Liga dos Campeões, o Sporting de Braga não vence há quatro encontros para o campeonato.

O Benfica até pode entrar para o encontro da ‘Pedreira’ na segunda posição, caso o FC Porto confirme o favoritismo frente ao Tondela, último classificado, na sexta-feira, no primeiro encontro da ronda.
Os dragões estão a atravessar a sua melhor fase da temporada, com cinco vitórias consecutivas no campeonato, sendo que, em casa, apenas cederam um empate, frente ao Benfica, na 10.ª jornada.

Pela frente, o FC Porto, que na quarta-feira recebe a Juventus, na ‘Champions’, terá o Tondela, último classificado, a quatro pontos da zona de manutenção, e que apenas venceu um dos últimos 10 encontros.
Contudo, o histórico do Tondela frente ao FC Porto é muito positivo, uma vez que venceu no Dragão na última temporada (1-0) e na primeira volta de 2016/17 conseguiu um empate a zero.

O Sporting, já a 10 pontos da liderança, reencontra no sábado em Alvalade a primeira equipa que o derrotou esta temporada no campeonato, o Rio Ave, que ocupa um tranquilo nono lugar, mas apenas venceu um dos últimos sete encontros na I Liga.
O Rio Ave tem sido feliz nas deslocações a Alvalade e perdeu apenas uma vez nas últimas quatro temporadas, conseguindo dois empates e uma vitória.
Na pior fase da temporada, o Vitória de Guimarães, quinto posicionado, que não vence há três encontros, visita no domingo o Belenenses, 12.º, que vem de dois empates.


A 22.ª jornada termina com um dérbi madeirense, entre duas equipas em situações opostas na tabela, com o Marítimo, sexto classificado, a apenas três pontos da zona de qualificação europeia, a receber na segunda-feira o Nacional, 17.º e penúltimo, que não vence há oito rondas.

A três pontos do Marítimo, Desportivo de Chaves (sétimo) e Vitória de Setúbal (oitavo) tentam aproximar-se dos lugares europeus, na receção ao Arouca (10.º), que estreia Manuel Machado no banco, e na visita ao Paços de Ferreira (14.º), respetivamente.

Primeiros colocados a seguir à zona de despromoção, o Moreirense (16.º), que não vence há três encontros, recebe o Estoril-Praia (15.º), que regressou aos triunfos na última jornada, após nove jogos sem vitórias.

Num encontro entre equipas relativamente tranquilas na tabela, o Feirense, 13.º classificado, recebe o Boavista, 11.º.

Conecte-se

Se deseja inscrever-se na nossa newsletter, Digite seu endereço de e-mail.