Covid-19: Proença reuniu com presidentes de SAD para avaliar efeitos da paragem

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Lusa) - O Presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) reuniu-se hoje com presidentes de várias sociedades desportivas da I Liga para avaliar o impacto da paragem dos campeonatos profissionais, por causa do surto de Covid-19.

Um dos temas abordados durante a reunião foi a indefinição em relação ao futuro das competições profissionais, com Pedro Proença a transmitir aos clubes que a situação envolve todo o futebol europeu e que as decisões que emanem da reunião de terça-feira entre a UEFA, Federações e Ligas nacionais poderão ser de enorme importância.

Numa reunião por videoconferência, o presidente da Liga revelou aos responsáveis pelos clubes o plano de suporte económico Covid-19 criado pela Liga Portugal, e no qual ficou acordado, entre outras medidas, uma linha de apoio à tesouraria das SAD.

"Hoje, mais do que o futebol, a prioridade tem de ser o combate ao flagelo que vivemos na saúde, que é o mais importante. O futebol voltará mais forte e será peça fundamental na retoma do ânimo dos adeptos e da sociedade. Esta é uma luta nacional vamos combater todos juntos. A Liga continuará empenhada em monitorizar as consequências económicas que possam advir desta paragem. A análise terá de ser diária a toda esta situação", afirmou Pedro Proença no final da reunião, elogiando ainda o exemplo e a conduta dos clubes e dos agentes do futebol perante o momento difícil que a sociedade atravessa.

Em relação ao plano de suporte económico covid-19, o grupo de trabalho financeiro da Liga apresentou-o hoje a 14 SAD (12 da I Liga e duas da II), do qual consta uma linha de apoio à tesouraria no limite máximo de 20 mil euros por SAD, de disponibilização imediata, para fazer face a um conjunto de despesas elegíveis inerentes ao flagelo do coronavírus.

Como despesas elegíveis serão consideradas todas as despesas apresentadas mediante um plano de contingência apresentado por cada SAD, e que se relacionem com rubricas de desinfeção, criação de espaços de isolamento, compra de materiais de equipamentos de proteção individual, higienização por empresas especializadas, bem como despesas de reforço de técnicos de saúde, análises e testes ao Covid-19.

A linha de apoio à tesouraria pode também ser acionada em todas as SAD que comprovem dificuldades de tesouraria, relacionadas com o não cumprimento de contratos com patrocinadores e parceiros.

Entretanto, foi também aprovado a prorrogação do prazo de cumprimento junto da LPFP do licenciamento das competições profissionais 2020/21, de modo que as SAD possam, extraordinariamente, fazer a entrega dos requisitos previstos no Manual de Licenciamento referentes à primeira fase do licenciamento, cujo prazo era até 31 março, em conjunto com a segunda fase, até ao dia 15 de maio.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou cerca de 170 mil pessoas, das quais 6.850 morreram.

Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 75 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 140 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.


RECOMENDADOS PARA SI

Últimos Tweets

Alguns Valores para o Casamento Feliz https://t.co/Jx8yZ8O6Yd
Rostos da Emigração https://t.co/HAO47FR0Ji
Covid-19: Marcelo vai reunir-se com a banca e espera ver setor "a retribuir aos portugueses" https://t.co/KFYmWLRq1g
Follow Jornal das Comunidades on Twitter